Pai é preso após vizinhos denunciarem agressões na cabeça de bebê de cinco meses

0

BARRA DO PIRAÍ

Um homem foi preso ontem, em Barra do Piraí, após ter sido denunciado por vizinhos. Ele teria agredido seu filho, um bebê de apenas cinco meses, com pancadas na cabeça. O fato aconteceu na Travessa América, no Morro do Carmo.

A Polícia Civil explicou que esteve na residência após informações de populares sobre gritos na casa, flagrando a ação. A criança foi encaminhada para uma unidade médica, que não foi divulgada até a publicação desta nota, e o pai, levado para a 88ª Delegacia de Polícia, onde permaneceu preso.

SÍNDROME DO BEBÊ SACUDIDO

O A VOZ DA CIDADE conversou com o delegado titular da 88ª DP, Wellington Pereira, que destacou a gravidade do caso. Ele contou que o pai, com a atitude, supostamente tentou matar o bebê, batendo com a cabeça da criança contra a parede. “Assim que soubemos do caso enviamos uma equipe até o local e o fato segue em andamento”, disse.

O delegado explicou ainda que a criança está em observação em um hospital. Ele apurou com a mãe da mesma que, inclusive, o marido também lhe ameaçou com uma faca.

O policial explica que tal atitude lembra a síndrome do bebê sacudido, um abuso infantil. “Muitos pais por razões várias, sacodem insistentemente os bebês. Às vezes por não querem dormir. Às vezes pelo bebê atrapalhar os anseios do casal, entre outras razões”, contou, frisando: “Isso pode causar hemorragia na criança e pode levar até a morte. Por isso o protocolo do hospital em colocar a criança em observação para pesquisar os sintomas. É muito perigoso”, finalizou o delegado Wellington Pereira, que mantém o pai da criança preso para as medidas necessárias.

CASO PARECIDO

Na última semana, Geovanne Lucas da Silva, de 29 anos, foi condenado pela Justiça de Barra Mansa, a 13 anos e quatro meses de prisão, pelo assassinato da filha de apenas dois meses, em 21 de janeiro de 2016. O crime aconteceu no bairro Vista Alegre, em Barra Mansa. Durante o depoimento, Geovanne apresentou seis versões do ocorrido, e na última, confessou ter matado a criança com golpes na cabeça.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !