Operação conjunta das polícias Federal, Civil e Militar é realizada na Ilha Grande, em Angra dos Reis

0

ANGRA DOS REIS

Foi deflagrada na madrugada desta quinta-feira uma ação conjunta das polícias Federal, Civil e Militar, visando coibir do tráfico de drogas no município e para o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 1ª Vara Criminal. A operação ocorreu na Praia de Araçatiba, na Ilha Grande, onde os agentes detiveram um jovem, de 18 anos, e apreenderam dois menores, 320 pinos de cocaína, R$ 840 em dinheiro, dois rádios de comunicação, um canivete, duas máscaras de borracha, um pote de maconha e um pacote de cigarros.

Material apreendido na operação – Divulgação

Segundo informações da polícia, a operação foi deflagrada depois que várias denúncias foram feitas ao Disque Denúncia RJ – 0300 253 1177, informando sobre tráfico de drogas tráfico por um grupo de pessoas na localidade. O dinheiro apreendido na ação, de acordo com a polícia, seria proveniente da venda de drogas. Todo o material apreendido foi levado para a 166ª Delegacia de Polícia (DP).

A polícia informou ainda que que foi por meio de denúncias que a operação foi deflagrada. Por isso, solicita a população que continue denunciando pelo Disque Denúncia 0300 253 1177 ou usando também o aplicativo “Disque Denúncia RJ”. A garantia da polícia é de sigilo total em todas as denúncias.

OS MENORES DETIDOS ESTÃO À DISPOSIÇÃO DA JUSTIÇA

Os dois menores apreendidos já estão à disposição do Juízo da 1ª Vara Criminal de Angra dos Reis e o maior foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. Ele será encaminhado ao sistema carcerário do Rio de Janeiro, onde permanecerá à disposição do Juízo da 1ª Vara Criminal de Angra dos Reis. Durante a operação, foi constatada a participação de um quarto suspeito, que até o fechamento desta edição ainda não tinha sido localizado. Os policiais envolvidos na operação informaram que o resultado de toda a ação policial será comunicado à 1ª Vara Criminal da cidade.

Participaram da operação 20 policiais, sendo cinco da 166ª Delegacia de Polícia (DP) de Angra dos Reis, seis militares e nove federais, lotados na Delegacia de Polícia Federal (DPF) de Angra dos Reis e na Superintendência Estadual de Polícia Federal no Estado do Rio de Janeiro. Foram empregados também na ação duas embarcações e um cão adestrado.

OUTRA AÇÃO

Já na terça-feira, 29, também em Angra dos Reis, policiais do 33º BPM em outra operação apreenderam 1.162 pinos de cocaína, 350 tiras de maconha, um tablete da mesma droga, uma bola de pasta base de cocaína, além de um revólver de calibre 38, uma pistola de calibre. 40, três rádios transmissores, três balanças de precisão, 51 munições de calibre 40 e três munições de calibre 38.

Segundo informações da polícia, a equipe envolvida na operação ao chegar ao local foi recebida a tiros e os policiais acabaram revidando. O confronto ocorreu depois que os PMs montaram cerco nas comunidades Caixa D´água, Morro do Carmo, no Centro da cidade, e de Santo Antônio, com o objetivo de apurar denúncia de tráfico de drogas. Após o confronto, os policiais encontraram dois homens baleados e caídos. Um dos feridos seria o homem que atualmente comando o tráfico de drogas na comunidade da Caixa D’água. Já o outro não tinha sido identificado. Os dois foram socorridos e levados o Hospital Geral da Japuiba, onde permanecem internados sob custódia.

Dando sequência à operação, os policiais continuaram vasculhando o local e encontraram mais três suspeitos de integrar a quadrilha, escondidos no interior de um imóvel. Na sequência da operação, os PMs detiveram outros três suspeitos do tráfico da comunidade do Lins, no Rio. Todos foram identificados e levados para a 166ª DP. Foi com eles que a equipe policial encontrou as drogas, armas e munições.

 

 

error: Conteúdo protegido !