Operação resulta no cumprimento de 23 mandados de prisão em Paraíba do Sul

0

PARAÍBA DO SUL

Um operação conjunta entre a 107ª Delegacia de Polícia (DP) e o 38º Batalhão de Polícia Militar (BPM), deflagrada na manhã desta terça-feira, dia 22, em Paraíba do Sul, resultou no cumprimento de 23 mandados de prisão. A ação, denominada Avalanche 1, teve como finalidade cumprir os mandados expedidos contra um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas no município.

A ação contou com a participação de cerca de 100 agentes, incluindo policiais civis das delegacias de Três Rios, Petrópolis, Itaipava e 7º DPA, além do apoio de policiais militares do 26º, 11º, e 30º Batalhão e 7ºCPA. Das 23 prisões, 15 foram realizadas durante a ação em Paraíba do Sul e oito mandados de prisão foram cumpridos dentro do sistema penitenciário. Também foram apreendidas uma importante quantidade de drogas na casa de dois suspeitos que estavam sendo presos. Eles foram autuados em flagrante por tráfico.

AÇÃO DEFLAGRADA APÓS INVESTIGAÇÃO

De acordo com a polícia, a ação foi deflagrada após investigação que teve início em março de 2019 e identificou suspeitos que buscam se estabelecer como espécie de ramificação da facção criminosa Comando Vermelho na cidade. Em especial na região que o próprio grupo denomina “Complexo do Jatobá”, que engloba bairros diversos, como Grama, Grotão, Jatobá, Morro da Alegria e Bela Vista.

Ainda de acordo com os responsáveis pela operação, os três líderes da associação investigada nesse período já estão presos há anos pela prática de delitos como homicídio e tráfico de drogas. Conforme os policiais, de dentro do sistema penitenciário, através do uso de telefone celular e das informações passadas aos visitantes, eles coordenam as atividades do grupo e as remessas de drogas oriundas de comunidades da cidade do Rio de Janeiro.

Conforme foi divulgado pelos policiais responsáveis pela investida, as provas dos crimes foram coletadas em um inquérito policial que somou mais de mil páginas. O trabalho de investigação teve duração de um ano e meio pelos agentes da 107ª DP, em um trabalho integrado com agentes do Serviço Reservado (P2) e da 2ª Cia do 38º BPM.

APREENSÕES DE DROGAS DURANTE AS INVESTIGAÇÕES

Durante as investigações, foram realizadas 14 apreensões de drogas, totalizando mais de 3.500 pinos de cocaína, entre outros entorpecentes. Foi constatado ainda que um ponto comum nessas apreensões é que as drogas estavam com etiquetas com uma figura alusiva ao personagem do filme “Pânico”, além de conter as inscrições dos bairros onde seriam comercializadas. Vale ressaltar que uma dessas apreensões contou com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que em setembro do ano passado interceptou na altura do município de Petrópolis uma remessa de 1.900 pinos de cocaína que viria para Paraíba do Sul. Outra apreensão importante ocorreu em novembro de 2019 quando agentes da 107ª DP e do 38º BPM apreenderam 1.490 pinos de cocaína no interior de uma casa em construção, em de Paraíba de Sul.

Os policiais responsáveis pela ação lembraram que, com essa operação a força policial de Paraíba do Sul, além do combater os diversos crimes diretamente relacionados ao tráfico de drogas, busca também manter o baixíssimo índice de letalidade na cidade. Até o momento, a cidade só registrou um assassinato, que foi elucidado em 24 horas. Essa ação não foi a primeira em conjunto entre as Polícias Civil e Militar. Nos últimos três anos, as duas corporações realizaram 45 operações integradas, que totalizaram 213 prisões, um esforço conjunto que vem sendo capaz de produzir os resultados almejados em prol da segurança pública no município.

 

 

error: Conteúdo protegido !