Onde estão os teus acusadores?

0

 

“Erguendo-se Jesus e não vendo a ninguém mais além da mulher, perguntou-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou?” (João 8: 10).

 

Estas duas perguntas de Jesus, segundo o relato do evangelista João são importantes, tendo em vista o contexto em que as mesmas foram feitas. Queremos tirar algumas lições deste texto, que hão de nos fortalecer na fé e nos fará crescer no Senhor.

– A terrível condenação do pecado. – A luz da Palavra de Deus, fica bem claro que o pecado traz consigo um preço, uma consequência, um resultado triste e desastroso.

* Ele nos afasta de Deus, nos separa de Deus e gera a morte

* Todos somos pecadores e todos por causa do pecado, estamos debaixo da condenação.

– O nosso acusador. Assim como aqueles homens apanharam aquela mulher e a levaram até a presença de Jesus, Satanás procura fazer o mesmo conosco. Olhemos alguns passos desses homens:

* Humilharam a mulher diante de Jesus. “Fizeram-na ficar de pé no meio de todos” (3). É uma forma de humilhar a pessoa. E como o inimigo das nossas almas, gosta de fazer isto com os filhos de Deus.

* Contaram aberta e publicamente o seu pecado (4). Falta de amor.

* Vieram já com sentença dada     (5). Nada de perdoar. Estavam loucos por vingança (7). Nada de tolerância, estavam insistindo na pergunta.

-Em Cristo somos salvos da condenação do pecado. É uma inspiração sabermos que, em Cristo Jesus, somos salvos do poder e da presença, mas também da condenação do pecado.

* Jesus assumiu o nosso lugar na cruz do Calvário, Jesus tornou-se o nosso substituto. Toda nossa culpa ele levou sobre si mesmo.

_____________________________________________________

# COLUNISTA: Reverendo Gerson Costa- Ministro Jubilado da Igreja Metodista Wesleyana- Pastor/Conferencista/Cantor evangélico- Contato com esta coluna: [email protected]/ #

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !