Obra irregular é flagrada em Angra dos Reis com ajuda do Linha Verde

0

ANGRA DOS REIS
Uma denúncia feita ao Linha Verde (0300 253 1177), programa do Disque Denúncia voltado para meio ambiente, resultou no flagrante de uma obra irregular na terça-feira, dia 19, em Angra dos Reis. A informação levou policiais militares da Unidade de Policiamento Ambiental da Juatinga, à Avenida Antônio Bertholdo da Silva Jordão, no bairro Monsuaba.
Segundo os agentes, no local foi constatado que uma área de aproximadamente 200 m² havia sido coberta com brita corrida recentemente. O material foi espalhado a menos de 5 metros de um curso d’água que desagua em uma praia, o que torna o local área de preservação permanente. Os policiais militares verificaram que as intervenções que vinham sendo feitas precisavam de autorização do Instituto do Meio Ambiente de Angra dos Reis (IMAAR), e durante a fiscalização, não flagraram corte de árvores como mencionado na denúncia.
LICENÇAS AMBIENTAIS
Questionado pelos agentes acerca das licenças ambientais necessárias, um suspeito informou não possuir, reforçando ainda que as obras foram realizadas para melhorar o acesso à sua residência. Diante dos fatos, a equipe da 4ª UPAm procedeu à 166ª Delegacia de Polícia (DP), onde o caso foi registrado.
Vale reforçar que em Angra dos Reis, a população pode denunciar crimes ambientais de forma anônima ao Linha Verde, o Disque Denúncia do Meio Ambiente, através do telefone 0300 253 1177, com custo de ligação local, ou ainda pelo aplicativo “Disque Denúncia RJ”.