OAB-VR faz parceria com Instituto UFF para pesquisas e inovações

0

VOLTA REDONDA

A parceria entre a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), de Volta Redonda e o Empresa, Direito e Sociedade (Instituto EDS), da Universidade Federal Fluminense (UFF), promete render bons frutos para alunos de direito, profissionais da área e comunidade da região Sul Fluminense. Bastante conhecido por liderar pesquisas e projeto destinado às inovações de ensino, o Instituto EDS composto por professores e pesquisadores da UFF, vem ganhando notoriedade em diversos segmentos, entre eles, durante a pandemia nas ações de mediações e conflitos.

A entidade, que reforça a OAB-VR, promete ainda atuar nos programas de atualizações e aperfeiçoamento de profissionais do setor. “Atuamos na realização de pesquisa e ensino e com a escola da OAB podemos trabalhar na capacitação de jovens advogados e estagiários, trabalhando a área de marketing, na gestão e formação de escritórios, de carteira de clientes e, principalmente, no trato adequado aos avanços da tecnologia de informação no que se refere aos procedimentos de controle processuais e transparência com os clientes e colegas de profissão”, ressaltou o coordenador em doutorado em Direitos, Instituições e Negócios da UFF, professor Edson Alvisi. Lembrou ainda que as atualizações também se destinam aos profissionais já estabilizados na área trazendo discussões e debates sobre as novidades jurídicas, principalmente, na área de empreendimentos onde há uma modificação bastante acelerada pelo Legislativo e tribunais superiores.

Busca das interações

A parceria objetiva ainda atuar em busca das interações e aperfeiçoamento dos profissionais por conta das mudanças impostas pela pandemia do novo coronavírus que trouxe necessidades de adaptação a praticamente todos os setores da economia, da sociedade e do mercado de trabalho. “A pandemia mudou a nossa forma de trabalho e relacionamento entre advogado, tribunal e cliente, como também acelerou mudanças que já estavam ocorrendo que precisam ser acompanhada pelos profissionais para que possam exercer melhor sua atuação da atividade jurídica”, completou o pesquisador. , lembrando que uma das mais requisitadas arbitragens durante o período de pandemia foi de mediação de conflitos entre lojistas e consumidores.

Para o presidente da OAB-VR, o advogado Rodrygo Monteiro, a pandemia trouxe um impacto duplo onde a necessidade de isolamento social dificultou a realização de audiências presenciais e por outro, as adaptações das relações de consumo, por exemplo, trouxeram uma serie de mudanças gerando conflitos de interesse, além de sobrecarga do judiciário. “Essas mudanças exigem um novo olhar, um forma de atuação profissional diferenciada, associada as mudanças na legislação, que exigem do profissional atualização constante”, completou Monteiro.

Atuação

Além de projetos e pesquisas, o Instituto EDS tem grande participação em câmaras de mediação e arbitragem que, durante a pandemia de Covid-19, atuou na maioria dos casos em conflitos entre lojistas e consumidores, agravados, por exemplo, com a interrupção forçada de contratos, entre outros fatores. “Isso gerou um desequilíbrio entre consumidor e fornecedor, mesmo que nenhuma das partes tenha tido culpa”, completou o pesquisador, listando que outro item bastante requisitado foram os referentes ao INSS, em casos relacionados e pensões e aposentadorias. O Instituto EDS foi ainda responsável por pesquisa sobre o impacto dos planos de saúde, cujo relatório passou a constar estudos da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS).

 

error: Conteúdo protegido !