O que acontece com o seu corpo quando você para de comer açúcar?

0

BARRA MANSA

O açúcar tem sido apontado cada vez mais como o inimigo da saúde. Isso acontece porque o ingrediente pode gerar inflamações no corpo, podendo até ser associado a doenças como diabetes e distúrbios cardiovasculares. Evitá-lo no dia a dia é bom, mas para os mais corajosos, cortá-lo pode ser uma medida drástica, mas a favor do bem-estar.

De acordo com um estudo da Universidade de Sydney, na Austrália, as pessoas que consumiram baixo teor glicêmico, em determinado tempo, conseguiram emagrecer mais rapidamente e saudavelmente. Com esse mesmo pensamento, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a ingestão do açúcar refinado não ultrapasse 10% do consumo diário total de calorias.

Para a nutricionista Rafaela Rocha, evitar doces é uma tarefa quase impossível para muitos. “Além do sabor agradável, a guloseima serve muitas vezes como um calmante emocional, principalmente para mulheres em época de TPM (Tensão Pré-Menstrual). Ricos em açúcar e com alto valor glicêmico (energético), os quitutes ajudam na produção de serotonina, hormônio encarregado de regular o humor, mas o excesso pode trazer quilos a mais e insuficiência de insulina. Não estamos falando que você precisa eliminar de vez o doce da rotina, mas descubra o que acontece com o seu corpo quando você para de comer açúcar”, cita, informando as reações do corpo sem o açúcar e que a consulta com o profissional é indispensável para orientação.

Depois de um dia

Se é louco por doces, é possível perceber sua ausência em apenas um dia. Dependendo do seu hábito de consumo, você pode sentir um pouco de irritação e mau humor, uma vez que o ingrediente estimula a liberação de dopamina, o neurotransmissor do prazer. Dores de cabeça também podem aparecer.

Depois de uma semana

Com o sangue livre de açúcar, é possível que os seus níveis de insulina e respostas anti-inflamatórias melhorem. Fisicamente, as melhorias aparecem na pele, que se torna mais clara e viçosa. Se o fim da ingestão do doce acontecer junto a uma alimentação saudável, o inchaço tende a ir embora logo.

Depois de um mês

O consumo do açúcar faz com que você sinta ainda mais vontade de comer doce e, por isso, é possível que você continue pedindo pelo sabor no paladar. Contudo, depois de um mês, o seu sistema imunológico tende a melhorar e o cérebro tende a se acostumar mais à ausência do doce. Neste tempo, é provável que você já não sinta mais aquela necessidade de comer alguma sobremesa depois do almoço. Para o corpo, você terá índices glicêmicos mais estáveis, menos dores de cabeça, maior saúde intestinal e ainda poderá ter perdido alguns quilos. Isso, pois o alto consumo do açúcar desequilibra a flora intestinal e, quando nosso processo digestivo não funciona bem, há maior inflamação, que atua no corpo como um todo.

Depois de seis meses

As vontades tendem a estar em mais controláveis em seis meses. Para a saúde, você terá chances reduzidas de desenvolver doenças cardíacas e diabetes. O envelhecimento precoce é evitado e, por isso, sua pele aparentará mais saudável e você se sentirá mais disposto.

Depois de um ano

Não se pode afirmar que o sabor dos doces será esquecido pela memória, uma vez que o sabor está associado a outros estímulos que vão desde o olfato à memória afetiva. Porém, você já estará acostumado a dispensar o açúcar e terá benefícios a longo prazo, como redução da acne e das linhas finas na pele. Também é possível que você se sinta menos irritado do que há um ano atrás e tenha uma relação melhor com a comida, uma vez que muitos veem o doce como algo compensatório.

Todavia, para garantir todos os benefícios é preciso aliar a medida a uma dieta nutritiva e a hábitos saudáveis, como a prática de atividade física. Ao reduzir significantemente o consumo de açúcar, você pode já receber algumas vantagens.

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !