O levantamento de peso

0

Oi galera!

Hoje abro o espaço para o Rodolfo Conceição, profissional de Educação Física, treinador e atleta das modalidades natação e levantamento de peso olímpico de Barra Mansa.

“O que é o Levantamento de Peso Olímpico? Desde seu nascimento, o ser humano sempre buscou testar sua capacidade de força. A origem das competições de força se perde no tempo, porém o primeiro registro dessa modalidade esportiva se dá nos meados do século XIX na Europa. Ali nascia o Levantamento de Peso Olímpico (LPO), modalidade essa que já integraria os primeiros Jogos Olímpicos em Athenas, Grécia. Ela consiste em um atleta levantar o maior peso possível do chão até acima da cabeça, divididos em dois movimentos: ‘arranco’ e ‘arremesso’.

No arranco o atleta sobe o peso e finaliza acima da cabeça e no arremesso o atleta coloca o peso primeiro no peito e em seguida sobe acima da cabeça.

Buscando o conhecimento para melhorar as partes físicas dos meus atletas de natação, conheci a modalidade LPO e foi paixão à primeira vista. Fiz vários cursos de introdução ao esporte sempre com o objetivo de me aprofundar para melhoria do condicionamento de meus atletas, até que o treinador da seleção brasileira Dragos Stânica (Romeno), Eduardo Roberto presidente da Federação do Rio de Janeiro e uma empresa, desenvolveram uma escola de formação de treinadores da LPO no Rio de Janeiro, e juntei o útil ao agradável.

Formei-me como treinador e tive o prazer de iniciar essa experiência de juntar a natação e o LPO com a preparação de alguns atletas de Resende como o próprio Mateus Gonche, Marcela Carriço, Giovane Liglui entre outros que estavam sob a comando do treinador Marcelo Silva. Lembro-me que haviam alguns pontos no trabalho de potência que poderiam ser melhorados e o levantamento cumpriu seu papel nos exercícios auxiliares, acredito que naquele ano todos atingiram seus melhores resultados e ficou a satisfação de poder ter contribuído com eles.

Porém ainda faltava algo, em um treino no Centro de Treinamento de LPO alguns amigos me perguntaram se eu iria competir e foi assim que entrei em uma competição e fiquei em 2° lugar, realmente uma surpresa. Ao final dessa competição resolvi apostar em uma carreira e, paralelo ao meu trabalho, montei uma estrutura com recursos próprios e iniciei meus treinos.

Com o passar dos anos e com alguns resultados positivos percebi que precisava de algo realmente maior, uma estrutura melhor e mais uma vez iniciei o processo. Montei uma equipe multidisciplinar com o fisioterapeuta Leandro Fagundes, nutricionista Ana Rita Muniz, local adequado de treino: Academia Officina do Corpo em Barra Mansa.

 

Em 2019 fui 3° lugar no Campeonato Brasileiro Categoria 109+, vice-campeão Estadual e campeão da Copa Romênia.

Para 2020 seguimos com essa jornada dupla de treinador e atleta acreditando em resultados ainda melhores, subir um degrau no Campeonato Brasileiro e Estadual e quem sabe conseguir um índice para algum evento internacional, além de desenvolver o esporte na região.

Obrigado ao Gonche e ao A VOZ DA CIDADE pelo espaço!”

Não se esqueça de curtir minha página no Facebook: Matheus Gonche e não deixe de me seguir no Instagram: @gonchematheus. Todas as colunas daqui estão também no meu site: www.matheusgonche.com.br!

Me mandem sugestões de novas colunas nas minhas redes sociais! Até a próxima semana.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !