Nutricionista dá dicas de alimentação saudável para curtir os dias de folia

0

SUL FLUMINENSE

Faltando poucos dias para o carnaval, além da preocupação com fantasias e adereços, a alimentação e a hidratação devem ficar em destaque. Pensando nisso preparamos um guia especial para curtir a folia sem prejuízos a saúde e ao corpo.

A melhor saída é apostar em um cardápio com alimentos leves, refrescantes e que forneçam energia para o corpo. Afinal, é preciso muita saúde e disposição para encarar os dias de folia sem perder o pique.

Para quem pretende eliminar alguns quilinhos até sexta-feira que vem a dica é não apelar para dietas malucas e nem ficar sem comer por vários dias na tentativa de emagrecer rapidamente. Invista nas frutas, verduras, carnes magras, legumes, grãos e nos alimentos integrais, que saciam a fome por mais tempo.

Mesmo com toda a empolgação da festa, é preciso parar para se alimentar. O ideal é não ficar mais de três horas sem comer, mas atenção: evite comidas pesadas e gordurosas e que sobrecarregam o fígado na alimentação para o Carnaval, como frituras, feijoada, embutidos e carnes gordas. São alimentos de difícil digestão, que dão aquela sensação de peso no estômago e ‘roubam’ a sua energia.

A nutricionista e coach de emagrecimento Karina Carvalho destaca os alimentos ricos em vitaminas e minerais e prefira os de fácil digestão: saladas nutritivas, carnes grelhadas, cereais integrais, iogurte com granola e frutas, sanduíches naturais. “Outra dica de alimentação para o carnaval é fazer uma refeição antes de sair de casa, caprichando nos carboidratos para garantir energia durante a festa. Coma pão integral, arroz, macarrão, batata, milho, mandioca”, destaca.

Outra dica tão importante quanto cuidar da alimentação durante o carnaval, é consumir muito líquido para manter o corpo hidratado. Além da água, outras opções são água de coco, sucos de frutas e até mesmo as bebidas isotônicas.

Para quem vai viajar e está de dieta, de acordo com Karina é preciso escolher com atenção o lugar das refeições. “Se próximo ao hotel ou pousada tiver opções de alimentação saudável, ótimo.  Se não tiver, prestar atenção na procedência do alimento é essencial, para evitar passar os dias de folia no banheiro, com dor de barriga. Outra dica importante, para quem está de dieta é passar num mercado e comprar frutas, mix de castanhas para levar na bolsa”,

Karina ainda aconselha levar uma bolsa térmica ou cooler na viagem, colocar sucos, saladas de frutas, água e um sanduíche, pode ser uma boa alternativa. “Além de ajudar a resistir aos lanchinhos calóricos e que você não tem certeza de quais foram às condições higiênicas de preparo e armazenamento, ainda vai economizar um dinheirinho”, completa.

Para quem for almoçar e jantar, opções de restaurantes que disponham de buffet no estilo self-service, pode ser uma boa pedida. “Para não exagerar nas quantidades, é importante dar uma olhada em todo o buffet primeiro, antes de sair montando o prato. Assim, você evita de sair colocando um pouquinho de cada coisa no prato e quando se der conta, está com um prato imenso de comida”, aconselha.

MAIS DICAS

Antes do bloquinho: é recomendado fazer uma refeição simples, mas completa. Salada, legumes e frutas são importantes pelo alto valor nutricional. A escolha de alimentos integrais como pães, arroz e cereais são ideais, pois os grãos integrais são importantes fontes de fibras, solúveis e insolúveis. As solúveis, principalmente, favorecem o esvaziamento gástrico mais lento, fazendo com que o carboidrato ingerido na alimentação seja absorvido lentamente em forma de glicose, promovendo uma energia muito mais duradoura.

Durante o bloquinho: água sempre! Paralelo às bebidas destiladas e cervejas, é interessante comer barrinhas de cereal com nuts e ômega 3 ou frutas secas, como uvas passa e damasco seco etc. Esses petiscos, além de serem fáceis de encontrar e práticos de carregar, possuem alto teor de frutose (oferecem bastante energia) e são muito nutritivos.

Depois do bloquinho: a união do útil ao agradável sempre é favorável. As barraquinhas de rua sempre vendem lanches e eles são ótimas escolhas para não deixar o estômago ficar vazio por muito tempo, ainda mais depois de horas de folia. Caso exista a possibilidade, optar por lanches integrais para manter a energia.

Hidratação

Bebidas alcoólicas: O álcool deve ser consumido com moderação. Para evitar os malefícios da bebida, intercale com refrigerante ou sucos na proporção de dois copos para um. Destilados precisam de mais líquidos do que o normal.

Evite refrigerante: ao contrário do que se popularmente acredita, refrigerantes não matam a sede, mas desidratam as células do corpo. As melhores opções são água (sobretudo) e limonada gelada.

Cura-ressaca: o suco de limão hidrata e ajuda no controle do Ph do corpo humano, mantendo-o mais alcalino, o que lhe proporciona muito mais saúde e vitalidade. E uma ótima opção é misturá-lo com o suco de uma outra fruta ácida, como, por exemplo, a manga.

Isotônicos são ótimos para repor sais mineiras de matéria rápida. Mas não podem ser indicados a qualquer pessoa: pacientes com insuficiência renal devem evitar essas bebidas.

– Água de coco é um excelente repositor de líquidos e sais minerais, e é uma opção natural.

– Incremente o suco de laranja com couve, que ajuda a desintoxicar o fígado.

– Sentir sede é um sinal de que o seu organismo está desidratado. Nessa hora, beba muito líquido.

 

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !