Núcleo de Acesso ao Crédito da Firjan orienta empresas fluminenses

0

SUL FLUMINENSE

O Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC) da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) oferece assessoria gratuita sobre linhas de instituições financeiras parceiras. Mantido por meio de acordo estabelecido com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o serviço é realizado por um agente, que orienta associados ou não à Firjan sobre os melhores canais para se obter o crédito. Com a taxa Selic mais baixa, os financiamentos voltados às atividades produtivas podem ser um importante aliado de quem pretende investir na empresa ou aumentar o fluxo de caixa. Estima-se que em 2018 mais de 60 empreendimentos fluminenses usufruíram do NAC.

Bruno Martins dos Santos, gestor do NAC-RJ, conta que, em três anos de atuação, mais de 240 empresas conseguiram mais de R$ 12,5 milhões, sendo que, somente em 2019, o Núcleo contribuiu para o desembolso de R$ 7,6 milhões. As instituições parceiras são AgeRio, BNDES, Caixa e Sicoob Cecremef. Há ainda participação em eventos como o “Rio em Ação” – parceria entre AgeRio, Banco do Brasil, Caixa e Sebrae-RJ, para oferecer linhas de créditos e orientação financeira.

Para facilitar essa interlocução, já está em fase de teste uma plataforma digital para atendimento básico, que será feito por um robô chamado Nina, que vai instruir o usuário sobre crédito, direcionando as demandas mais específicas para o NAC. Segundo o especialista, antes de traçar o caminho das pedras do financiamento, o empresário precisa planejar as necessidades de seu projeto. “A liberação de pequenos financiamentos demoram mais do que os de valores elevados. Por isso, é preciso calcular o tempo de tramitação do pedido, que pode levar cerca de dois meses. Caso contrário, corre-se o risco de não obter o crédito a tempo”, frisa Bruno, para quem este é um bom momento de aproveitar os juros mais baixos. “Para se ter uma ideia, o BNDES cobra hoje taxa de 13,65% ao ano, bem mais acessível do que os 17% a.a. do passado recente”, exemplifica.

Além da assessoria individual, a federação consolida parcerias para ampliar o alcance das informações, como fez com o Sindicato da Indústria de Instalações Elétricas, Gás, Hidráulicas e Sanitárias do Estado do Rio de Janeiro (Sindistal), onde seus associados podem saber mais sobre as linhas de crédito do Sicoob e da AgeRio. “A interveniência da Firjan gerou a oportunidade do empresário ter crédito para desenvolver projetos; alguns deles, inclusive, serão lançados em breve, e tudo devido a essa ponte com os financiadores”, detalha Oldemar Boechat, presidente do Sindistal.

A parceria com o sindicato permitiu ao empresário Marcos Antônio de Souza, sócio-proprietário da MacBras, tocar um antigo projeto, por meio de um empréstimo de R$ 200 mil concedido pela AgeRio. “Eu tinha um terreno, melhor localizado e maior do que minha sede atual, mas não tinha dinheiro para construir. Quando soube da possibilidade, tirei o projeto do papel e acredito que a empresa poderá crescer com maior visibilidade e nova logística”, afirma. O NAC presta informação aos empresários através do e-mail [email protected].

error: Conteúdo protegido !