Novo serviço de medicina diagnóstica é executado em Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA
A Prefeitura de Volta Redonda informa aos usuários da Rede Municipal de Saúde que o serviço de laboratório de análises clínicas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é executado, desde o último dia 7, pela empresa Biomega, contratada por processo de licitação. O novo endereço para coleta de material e entrega de resultados é Rua Deputado Geraldo Di Biase, 174, próximo à sede do Corpo de Bombeiros, no Aterrado.
O horário de funcionamento do novo laboratório é de segunda a sexta-feira, das 7 horas às 10h30min, para coleta; e, a partir das 10h30min, para entrega de resultados. Aos sábados, o local funciona para coleta das 7 horas às 9 horas e, após este horário, serão entregues resultados. Todos os usuários que chegarem até o horário limite para coleta serão atendidos.
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) avisa, porém, que os resultados dos exames realizados no Laboratório Central, anexo ao Hospital Dr. Nelson dos Santos Gonçalves (antigo Cais Aterrado), continuam sendo entregues neste endereço.
AGILIZAR O ATENDIMENTO
De acordo com a diretora do Departamento de Controle, Regulação, Avaliação e Auditoria da SMS, Sheila Rodrigues Dias Filgueiras, a terceirização do serviço vai agilizar o atendimento à população e garantir acesso a um sistema mais moderno de medicina diagnóstica. “Além disso, o novo espaço proporciona mais conforto aos usuários. Hoje, o laboratório conta, por exemplo, com sala de espera que comporta 200 pessoas sentadas. E, de acordo com a direção do laboratório Biomega, até a próxima sexta-feira, dia 18, a recepção estará climatizada”, informou.
A empresa contratada está recebendo as demandas das unidades da Atenção Primária desde dezembro do ano passado e, há pouco mais de uma semana, assumiu os usuários do Laboratório Central. O próximo passo é montar também laboratórios descentralizados na UPA Santo Agostinho e no Hospital Dr. Nelson Gonçalves. O Hospital São João Batista (HSJB) e Hospital Municipal Munir Rafful (HMMR) foram os primeiros e já estão com seus laboratórios equipados e em funcionamento. “O período é de transição e a equipe da Secretaria Municipal de Saúde acompanha de perto os serviços prestados e mantém contado direto com a direção da empresa Biomega para cobrar eventuais ajustes que se mostrem necessários”, falou Sheila.