Niterói recebe grandes nomes do rock brasileiro durante o ‘Rock But I like it’

0

NITERÓI

Anote na agenda: no próximo final de semana, nos dias 26, 27 e 28 de agosto, o “Rock But I like it” promete agitar Niterói em um dos mais belos cartões postais da cidade: o Caminho Niemeyer. O festival, que tem presença confirmada de Blitz, Plebe Rude, Ira! e Biquíni – entre outros – Evento da Prefeitura de Niterói, produzido pela Coordenadoria Geral de Eventos (CGE) com apoio da Neltur e da FAN. A entrada é gratuita.

De acordo com André Felipe Gagliano, coordenador de eventos de Niterói, o festival marca o retorno da cidade ao normal, depois da pandemia.

“Precisávamos de um evento grande e completo, como esse, após o retorno das atividades normais na cidade, para marcar e comemorar essa ‘nova fase’. Estamos muito felizes com o que preparamos e temos certeza de que será um sucesso!”, comemora.

A programação completa deve estar disponível no site e nas redes sociais da Prefeitura de Niterói ao longo da semana. Mas já estão confirmados os shows ao vivo da Blitz, Plebe Rude, Ira!, Biquíni, Fernanda Abreu, Cláudio Zoli, além do reencontro mágico de Baby do Brasil e Pepeu Gomes. Para a abertura dos shows principais, a organização do evento convidou atrações locais, como os grupos Bloody Mary, Teachers on the Rocks, Banda Hi-On, Banda W, BR 80, Dona Velha, Dr. Gore e Banda Os Imortais.

“Nosso objetivo foi organizar um grande evento, para reunir pessoas de todas as idades, e para promover e valorizar bandas e empreendedores locais, que tanto sofreram durante esses dois anos de pandemia”, explica o coordenador.

Com aquela vista panorâmica, o “Rock But I like it” é livre para todas as idades e está marcado para começar às 17h da sexta-feira (26). No sábado e domingo (27 e 28), o festival começa às 12h.

Fortalecendo a economia local – Além dos shows de rock, o evento contará com estações com venda de churrasco, hambúrgueres e cervejas artesanais. E, segundo Gagliano, no que diz respeito à gastronomia do festival, todos os fornecedores dos produtos têm a chancela de empreender na cidade.

O presidente do Polo Gastronômico do Jardim Icaraí, Beto Caveari, explica que essa era uma demanda antiga de restaurantes da cidade.

“Alguns eventos chegam a atrapalhar a economia local, pois não há fomento para os empreendedores daqui. Ficamos à margem e às vezes só sabemos na véspera e nos surpreendemos com os restaurantes vazios nas datas”, conta. “Esse modelo de evento que está sendo proposto faz com que a economia da cidade circule e com que a oferta de empregos aumente. Todo mundo da cidade sai ganhando: desde o público aos organizadores e artistas”, completa Caveari.

Assim como as comidas, as cervejas oferecidas no “Rock But I like it” fazem parte do Polo Cervejeiro de Niterói. Para André Valle, CEO das fábricas de cerveja Masterpiece e Máfia, esse tipo de evento é uma grande oportunidade para as indústrias locais.

“Agradecemos à Prefeitura pela oportunidade. No meu entender, é muito importante essa parceria, já que nós geramos empregos e giramos a economia local. É uma forma de retribuir o que fazemos pela cidade. Estamos muito animados com o convite e esperamos trazer as nossas melhores e mais premiadas cervejas”, conta.

Segundo o coordenador de Eventos de Niterói, este é o primeiro de uma série de outros eventos desse estilo – com fomento aos comerciantes locais – que estão sendo preparados. O próximo evento neste estilo está programado para o início de novembro.

“A ideia é que esses eventos sejam para os presentes como uma reunião com os amigos e família, com muita música boa, comida e bebida”, conta Gagliano.

Niterói Solidária – A festa terá ainda um ponto de doação para a campanha Niterói Solidária, que arrecada alimentos e produtos de higiene e limpeza para ajudar famílias que estão em situação de vulnerabilidade.