Neste sábado acontece o Dia D de Vacinação contra a Influenza em Resende

0

RESENDE

Acontece neste sábado, dia 8, Dia D de Vacinação contra a Gripe Influenza. Todos os Postos de Saúde do município estarão abertos no período de 8 horas ao meio dia, para imunizar crianças de seis meses a cinco anos de idade, gestantes, puérperas e profissionais da saúde.

O prefeito, Diogo Balieiro Diniz, explicou como foi planejada a Campanha contra a Influenza deste ano, levando-se em consideração a imunização no combate ao novo coronavírus (Covid-19). “A recomendação do Ministério da Saúde é de que seja respeitado o intervalo de 14 dias entre as vacinas da Influenza e da Covid-19. Desta forma, a vacinação contra a gripe em Resende começou pelas crianças, grávidas e puérperas. A imunização da Covid-19 acontece no turno da manhã e a da Influenza no período da tarde”, disse Diogo, informando que o calendário da Influenza no município foi dividido em três etapas: a primeira com crianças e profissionais da área da saúde; a segunda com idosos e professores; e a terceira voltada para pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência, caminhoneiros, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade. “Gestantes e puérperas serão beneficiadas durante toda a campanha, visando atenuar as chances de aglomeração. Esta campanha ocorre anualmente e, neste período de pandemia, é importante que a população-alvo redobre os cuidados com a saúde. Portanto, as pessoas devem estar atentas ao calendário e buscar a vacina nos postos”, informa.

O cronograma inclui a realização de três Dias D. O primeiro neste sábado. No dia 12 de junho, direcionado aos beneficiados na segunda etapa; e no dia 17 de julho, data final de vacinação no município, que contemplará todos os grupos da terceira fase da campanha.

PÚBLICO ALVO

Para ser vacinado pelo público com comorbidade, é necessário estar atento às patologias que se enquadram nos critérios estabelecidos pelo governo federal. Fazem parte deste público os portadores de doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, obesidade, imunossupressão e trissomias, além de transplantados.

Pessoas com suspeita de Covid-19 ou sintomas de outras infecções também precisam adiar a vacinação para o vírus Influenza. Se estiverem completamente recuperados e já se passaram no mínimo quatro semanas do início dos sintomas ou da confirmação do diagnóstico, podem se vacinar contra a gripe. A medida cautelosa serve para minimizar o risco da disseminação da doença, além de evitar confusão de sintomas.

error: Conteúdo protegido !