Mulheres vítimas de violência poderão participar de cursos profissionalizantes em Resende

0

RESENDE

As mulheres vítimas de violência podem passar a contar com uma ajuda extra para resgatarem a autoestima e refazerem suas vidas. A vereadora Márcia Lima (Republicanos) propôs a administração municipal que crie cursos profissionalizantes gratuitos às mulheres vítimas de violência doméstica.

Márcia disse que a proposta visa facilitar a reintegração no mercado de trabalho e dar autonomia a essas mulheres. “A ideia é colocar fim na dependência financeira e psicológica, ajudando-as a cortar de vez os laços com o agressor”, destaca a parlamentar.

A vereadora, em outra indicação, solicitou que a prefeitura faça novas parcerias para oferecer mais cursos profissionalizantes para pessoas com deficiência (PCDs). Márcia argumenta que a falta de formação profissional é um dos principais empecilhos para a inserção das pessoas com deficiência no mercado de trabalho e que cabe ao Poder Público agir para contornar esse problema. “Queremos dar todas as condições para que os PcDs mostrem ao mercado a sua capacidade de trabalho e conquistem a independência financeira”, justificou a vereadora.

QUIOSQUES

A Avenida Rita Maria Ferreira Rocha, no trecho em frente ao Parque das Águas, poderá ganhar quiosques. “Atletas e praticantes de atividades físicas frequentam muito o local, carecendo de hidratação e nutrição durante e após os exercícios, e não existe muita oferta deste serviço no local. A instalação de quiosques pode, inclusive, gerar renda para quem ali for trabalhar”, explicou a vereadora Márcia.