Movimento de Volta Redonda discute projetos de extensão com UGB e pontua a importância da Pedreira da Voldac

0

A professora Andréa Auad, ligada à coordenação do curso de arquitetura no Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB-Ferp), em Volta Redonda, recebeu, no último final de semana, em seu gabinete na UGB-Arquitetura representantes do Movimento Pela Ética na Política (MEP), entre eles o engenheiro e professor Robson Oliveira, o coordenador José Maria da Silva, o Zezinho, e o ex-presidente do Sindicato dos Engenheiros de Volta Redonda e membro da equipe multidisciplinar do projeto  Pedreira da Voldac, João Thomas.

O encontro, segundo informaram os participantes, teve como objetivo principal estabelecer interação e sinalizar possibilidades de parceria em projetos de extensão com viés social com a instituição. A professora Andreia, durante o encontro ouviu atentamente sobre o MEP e suas movimentações pró-ativas na cidade e região. João Thomaz em sua fala destacou o Projeto da Pedreira Voldac, em construção.

Andreia, em meio a dialogo, listou e mostrou alguns trabalhos ligado às questões urbanísticas, ambientais, hídricas, arquitetônicas e de mobilidade trabalhados pela instituição, e destacou o TCC sobre a Pedreira do Retiro, elaborado por Paola, agora arquiteta. O professor Robson pontuou que o olhar acadêmico faz parte do pilar das universidades e é de fundamental importância.

Da reunião foram tirados alguns encaminhamentos. A arquiteta Andreia afirmou ter gostado do encontro. “Fiquei feliz com a encontro. Acompanho os trabalhos do Movimento e temos interesse de criar interação com as suas experiências”, declarou. Ao fim orientou que documento sejam enviados à Pró- Reitoria de Pós-Graduação Pesquisa e Extensão. Recomendou ainda que alguns dados do MEP sejam pontuados e os indicativos de atividades conjuntas, como workshop, seminários, visitas integradas, e assim estabelecermos olhares conjunto para os diferentes aspectos do município. “Tragam o documento e juntos iremos à Pró-Reitoria”, adiantou a professora.

Na saída, o MEP foi presenteado com um livro sobre a dinâmica do Patrimônio Urbanístico de VR (MOMOVR) de autoria da professora arquiteta.