Postos de combustível de Resende se organizam para receber remessa de gasolina e óleo diesel

0

RESENDE

A paralisação dos caminhoneiros entrou no seu nono dia e com isso ampliou a situação do desabastecimento em todo o país. Nesta terça-feira, dia 29, após mobilização em consequência do segundo acordo celebrado entre o Governo Federal e os representantes do movimento, parte dos veículos retidos nos pontos de mobilização ao longo das rodovias federais retomaram suas atividades e com isso o abastecimento de postos de combustível está ocorrendo gradativamente, em todo o estado do Rio de Janeiro.

Nesta terça-feira, após a chegada de caminhões-tanques em postos de combustível de Volta Redonda e Barra Mansa, a expectativa dos moradores da região das Agulhas Negras gerou correria aos postos e confusão no trânsito. Em Resende, o Posto JK, bandeira Petrobrás, situado no entroncamento da Avenida Marcílio com a João Ferreira Pinto, no Centro, registra desde às 10h30min uma fila de veículos em busca de abastecimento com gasolina. Este mesmo posto mantém, desde o início da paralisação, o fornecimento de Gás Natural Veicular (GNV), e adiantou que a expectativa é de receber apenas uma remessa de combustível liquido com gasolina. O atendimento nas bombas de etanol e óleo diesel segue sem previsão. “Conseguimos um caminhão-tanque com gasolina para abastecer nosso posto. Porém, não temos previsão do horário específico que o veículo chegará à Resende, pois o caminhão está parado em Barra Mansa”, informou um funcionário do posto, que optou em não se identificar. Sobre valores, a intenção da direção do posto é manter o preço de R$ 5,099, praticado para gasolina comum.

Fila interditou uma das pistas no sentido Jardim Jalisco e a GM precisou ser acionada

A reportagem do A VOZ DA CIDADE esteve no local e constatou uma fila de aproximadamente dois quilômetros, dando volta em dois quarteirões nas imediações do posto. A fila registra mais de 100 veículos entre carros e motos, inclusive, alguns motoristas portando galão para aquisição extra do combustível. “Eu soube dessa possibilidade de abastecer neste posto, através das redes sociais e vim pra cá, por volta das 9 horas e decidi parar perto da bomba. Estou revezando com a minha esposa e temos a intenção de encher o tanque do meu carro e o dela. Vamos aguardar o tempo que for necessário”, disse o consumidor que estava entre os primeiros da fila. Por volta das 16 horas, após comunicado da gerência para os consumidores no local, a fila reduziu, persistindo aqueles que aguardam ao menos a chegada de etanol, uma vez que a gasolina não tem previsão.

Mais de 100 condutores de veículos, entre carros e motos, foram se reunindo no entorno posto, no Centro

Devido ao grande volume de carros e a fila obstruindo o trânsito no local, agentes da Guarda Civil Municipal foram acionados e estão coordenando o fluxo de veículos no entorno do posto. A expectativa é que, caso ocorra o abastecimento ainda sem definição de horário específico, a fila reduza gradativamente. Como o volume adquirido pelo empresário para seu posto não foi revelado, a tendência é que a demanda atenda aos consumidores na fila com a venda controlada para cada veículo.

POSTO ALE TERÁ ÓLEO DIESEL

Além do Posto JK, no Centro, outros postos de Resende já começam a se mobilizar para a chegada de combustível. A reportagem do A VOZ DA CIDADE apurou que nova fila de veículos começa a se formar também no bairro Vila Julieta, na tarde desta terça-feira, por volta das 13 horas. Desta vez, o movimento é no Posto Ale, Bandeira Ale, situado na Avenida General Affonseca, nº 660, onde mais de 100 condutores de veículos se organizam em filas para tentar abastecer com gasolina comum, aditivada e óleo diesel – o posto já mantinha fornecimento de GNV e não tem previsão de receber remessa de etanol. Segundo funcionários do Posto Ale, na Vila Julieta, a previsão é que o atendimento tenha início a partir das 16 horas, com a gasolina comum ao valor de R$ 5,03/l, a gasolina aditivada a R$ 5,09/l e o óleo diesel a R$ 3,89/l. “Receberemos o volume de 10 mil litros de gasolina comum, cinco mil litros de gasolina aditivada e cinco mil litros de óleo diesel”, confirmou um funcionário do estabelecimento.

REDE GRAAL

Ainda em Resende, a direção do Posto Petrograal, bandeira Petrobrás, situado na Rua São Domingos da Calçada, nº 38, no Paraíso, confirmou para a equipe do A VOZ DA CIDADE que caminhões foram enviados ao Rio de Janeiro para transportar combustível para a unidade. Os veículos deixaram a cidade por volta das 15h30min e o retorno deve ocorrer na quarta-feira, dia 30, sem horário específico devido às dificuldades no abastecimento e transporte durante a mobilização dos caminhoneiros. A expectativa é pela carga de gasolina e etanol, mantendo a preferência no abastecimento para veículos da frota do setor de saúde e segurança pública. Situação semelhante no Posto Graal Itatiaia, bandeira Petrobrás, situado na Rodovia Presidente Dutra, s/nº, zona rural de Itatiaia. A informação desta tarde de terça-feira prevê que uma remessa de gasolina abasteça a unidade também nesta quarta-feira, dia 30, sem previsão de horário específico.

Ainda abordando as unidades da rede Petrobrás, o Posto Monte Castelo, situado na Avenida Tenente-Coronel Adalberto Mendes, nº 274, no Manejo, em Resende, a direção confirmou que existe a expectativa de receber carga de gasolina comum e aditivada, além de óleo diesel, nesta quarta-feira, dia 30 – sem previsão de horário específico. Os procedimentos da venda ainda serão definidos, como possível limite de volume por veículo. Os valores devem ser mantidos, como praticado atualmente sendo R$ 4,999 o litro da gasolina comum no cartão de crédito e R$ 4,829/l, no cartão de débito ou dinheiro. “Somos um dos últimos postos da rede a receber a remessa, sendo a prioridade as cidades de Volta Redonda e Barra Mansa. Acredito que nesta quarta-feira tenhamos uma posição mais precisa para o consumidor, aguardamos confirmações da central”, disse um funcionário.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !