Morre em Volta Redonda o empresário Sérgio Loureiro

0

VOLTA REDONDA
Morreu na manhã da última terça-feira, dia15, no Hospital da Unimed-VR, o empresário Sérgio Loureiro, de 83 anos, após complicações provocadas pelo novo coronavírus (Covid-19). O empresário, um dos fundadores da Transporte Excelsior, era pai do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Volta Redonda, Rogério Loureiro. O enterro aconteceu ontem no Cemitério Portal da Saudade.
Nas redes sociais, Rogério Loureiro, disse que o legado do pai estará vivo em seu coração. “Meu pai, meu líder meu maior exemplo de amor e determinação nos deixou hoje. Nenhuma palavra será de capaz de externar a dor que sinto nesse momento. Meu consolo está em todos os momentos que tivemos juntos e que pude apreciar sua companhia e aprender pelo seu exemplo”, disse.
Natural de Vassouras, Sérgio Loureiro, é filho de João Loureiro e Maria Geralda Sales Loureiro. A família veio para Barra Mansa quando Sérgio tinha cerca de dez anos. Sérgio Loureiro começou sua trajetória depois que o pai, João Loureiro, comprou um caminhão para prestar serviços à CSN. Ele trabalhava como motorista. Cinco anos depois, em 1960, foi fundada a Transportadora Excelsior. Casou-se em 1961 com Alvani Terezinha Goulart Loureiro, com quem tem três filhos: Rogério, Ronaldo e Roberto, que já lhe deram netos e bisnetos.

TRISTEZA

A morte do empresário foi recebida com muita tristeza por autoridades de setores diversos da cidade, como o vereador Granato. “O senhor Sérgio foi um exemplo a ser seguido. Pai, marido, avô e muito respeitado por todos que o conhecia. Uma perda irreparável. Meus sentimentos a todos os familiares”, declarou o parlamentar.
Outro representante do Legislativo volta-redondense que lamentou a morte do empresário foi o vereador Jari. Ele disse que foi uma triste notícia o falecimento do senhor Sérgio. “Ele ajudou a construir a cidade de Volta Redonda com emprego e renda. Era uma pessoa apaixonada pelo Volta Redonda Futebol Clube e deixa esse legado. Vai fazer falta. Temos muito a agradecer o pai do Rogério por ter ajudado a construir Volta Redonda”, destacou Jari.
A diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas de Volta Redonda (CDL-VR) e do Sindicato do Comércio e Varejista de Volta Redonda (Sicomércio-VR) também lamentaram a morte do empresário Sérgio Loureiro, que era um dos associados da CDL-VR. “Um homem de visão, que acreditava na região, que construiu uma empresa sólida e geradora de empregos. Nossos sentimentos a família, amigos e colaboradores da Excelsior”, concluiu a nota das duas entidades lamentando a morte do empresário.