Morre Dr. Gabriel Altino Campos, um dos advogados mais tradicionais de Barra Mansa

0
BARRA MANSA
Morreu de insuficiência renal na madrugada deste domingo, dia 2, aos 88 anos, Dr. Gabriel Altino Campos, um dos advogados mais tradicionais de Barra Mansa.
Com a carteira da OAB/RJ nº 5.941, Gabriel era um dos advogados mais antigos em atividade no município. Casado com a presidente da Creche Menino Jesus, Vilma Marins Campos, deixou também filhos, netos e bisnetos.
GABRIEL ALTINO CAMPOS
Filho de Altino Cypriano da Silva e de Idelsuita Lopes da Silva, nasceu na cidade de Perdões, no sul do Estado de Minas Gerais, no dia 15 de maio de 1932. Em 1945 mudou-se para Barra Mansa onde estudou no Colégio Verbo Divino, se destacando por obter o melhor aproveitamento e as melhores notas como primeiro aluno em todo o curso no período de l947 a 1950. Em 1954 se formou em técnico de contabilidade. Em seguida, cursou na primeira turma de direito da Sobeu (UBM), formando-se em 1970. Trabalhou na Companhia Metalúrgica Barbará, (Saint Gobain) de 1959 a 1973 e em seguida se associou na empresa Rodoviário Saudade, onde permaneceu como sócio até 1997.
Foi diretor da Provedoria da Santa Casa de Barra Mansa por 16 anos e da Aciap (Associação Comercial, Industrial e Agro Pastoril e Prestadora de Serviços) por inúmeros anos, sendo eleito pela primeira vez em 1957, ficando na diretoria até 2015. Devido ao longo tempo de serviços prestados, recebeu em 2009 a placa de prata, em alusão ao tempo de dedicação na entidade. Em 2014, recebeu da Ordem dos Advogados de Barra Mansa (OAB) a medalha Pedro Monteiro Chaves em reconhecimento ao trabalho realizado em prol dos advogados.
error: Conteúdo protegido !