Moradores se queixam da situação de estrada em Floriano

0

BARRA MANSA

Os residentes de Floriano mais uma vez procuraram o A VOZ DA CIDADE relatar a situação precária que o distrito vive. Segundo as queixas, a Rua Barros Viana, que é a única estrada para acessar o local, é esburacada, empoeirada, e, além disso, o trajeto é mal iluminado. Os residentes afirmam que essa situação, além de prejudicar a locomoção, coloca a população em risco. O presidente da associação de moradores, Anderson Ferreira, conhecido como Anderson Gansinho, lembrou da tentativa de estupro da uma menor que ocorreu no dia 17 de julho, na estrada, e, afirmou que se a comunidade não estivesse abandonada, casos como esses não ocorreriam.

Anderson ainda falou que o transporte público tem os horários limitados, e, o último ônibus é às 20 horas.  “Acredito que essa situação também é causada pela precariedade da estrada. Durante anos a prefeitura jogou restos de escória da CSN e isso foi se acumulando. Quando chove é lama pura e quando está quente é poeira”, relatou, acrescentando que os buracos já danificaram vários veículos.

Outro morador que se queixou da situação, foi Felipe Marques da Silva, de 38 anos. Ele relatou que sempre morou em Floriano. “Eu vejo a associação de moradores agora cobrando e correndo atrás, mas a prefeitura não ajuda e não resolve nada”, expôs, contando que a estrada do distrito tem um grande fluxo de veículos. “O meu veículo nunca estragou aqui, pois eu moro logo no início da estrada. Mas quem mora mais pra baixo, já deve ter passado por isso. Sem contar a poeira que prejudica quem tem problemas respiratórios, principalmente as crianças”, lamentou.

O A VOZ DA CIDADE entrou em contato com a Prefeitura de Barra Mansa, questionando o motivo da estrada estar com pouca iluminação, uma vez que no dia 17 de novembro de 2018, a mesma teria informado que a Secretaria Municipal de Manutenção Urbana realizaria uma programação para manutenção da iluminação na próxima semana. Outro questionamento feito pelo jornal foi sobre uma possível revitalização ou asfaltamento da Rua, no entanto, até o fechamento desta nota, não obteve respostas.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !