Moradores reclamam de falta de cancela e alerta sonoro em passagens de nível

0

BARRA MANSA

Moradores dos bairros Vista Alegre e Vila Nova, em Barra Mansa, relataram ao jornal A VOZ DA CIDADE que as passagens de trem da VLI não têm cancela, nem alerta sonoro ou agentes para realizarem a segurança do local, e, por conta disso, se torna perigosa. Foram além. Disseram que por isso vários acidentes aconteceram. A equipe do jornal esteve nesses bairros e observou que, nas travessias de nível, pouquíssimos veículos pararam para observar se a composição estava se aproximando.

Comerciantes locais do bairro Vista Alegre, que trabalham nas proximidades da passagem de nível, relataram que eventualmente motoristas atravessam sem nem prestar atenção na linha. Fernanda Aparecida Diniz, de 39 anos, moradora de Vista Alegre, relatou que há alguns anos, um senhor estava passando com um caminhão pela travessia e foi pego. “Às vezes quando o trem está chegando, ele buzina muito em cima da hora, o que impede um tempo de reação”, alertou.

Outro comerciante do bairro é o Maurício Rogério da Fonseca. Ele conta que já presenciou três acidentes. “Um acidente faz muitos anos, onde o trem arrastou uma Brasília e outro foi de um rapaz foi pego pela condução.

O mais recente, que tem cerca de um mês, também envolveu um carro”, contou, alertando sobre a imprudência de alguns condutores de ônibus. “Vários ônibus passam direto pela travessia sem nem verificar se alguma condução está vindo, isso é um perigo”, contou.

Outro relato foi de um funcionário de um posto de combustível, Sebastião de Melo, que fica na Vila Nova, depois da Ponte Flávio Miranda Gonçalves. Segundo ele, trabalha há cinco anos no local e já presenciou diversos transtornos na travessia. “Uma cancela faz muita falta. Ainda mais nesse trecho. O trem até que buzina bastante, mas ninguém respeita. Tem muitas pessoas que passam pelo local e não percebem a condução chegando. A cancela é de grande importância”, afirmou.

SINALIZAÇÃO ADEQUADA

Segundo a VLI, controladora da Ferrovia Centro Atlântica, todas as passagens em nível, os cruzamentos, de Barra Mansa, têm a sinalização adequada para alertar motoristas e pedestres sobre a circulação de trens. De acordo com nota, a ferrovia adota um procedimento padrão de segurança que determina o acionamento de buzina e faróis das locomotivas na aproximação com os cruzamentos para reforçar o alerta. Citou ainda que a empresa mantém campanhas sobre a importância de um comportamento seguro em relação aos trilhos.  “Um dos pontos ressaltados é que após o acionamento dos freios, um trem pode necessitar de até um quilômetro para parar totalmente”, diz a nota enviada, completando que o trem tem a preferência, segundo o Código de Trânsito Brasileiro, por ser um veículo mais pesado.

Questionada, a FCA informou que em 2018 foram quatro ocorrências em Barra Mansa, entre atropelamentos e colisões. Neste ano, ainda não teve registro.

 

 

 

error: Conteúdo protegido !