Moradores falam o que sentem pela cidade e o que desejam para os próximos anos nas áreas da saúde, segurança e cultura

0

VOLTA REDONDA

No dia em que se comemora aniversário, as pessoas são parabenizadas por amigos e familiares e ainda recebem mensagens desejando boa saúde, paz, amor e realizações. E quando o aniversário é da sua cidade, os desejos também são muitos. Neste 17 de julho, o A VOZ DA CIDADE presta uma homenagem aos 65 anos de Volta Redonda. E para celebrar a data, não poderia deixar de ouvir seus moradores para saber o que eles desejam para o município nos próximos anos.

Paulo César Alves, 66 anos, radialista

“Gostaria de cumprimentar você, minha Cidade do Aço, por mais um ano de emancipação política e administrativa. Quero te desejar um futuro mais progressista com governos que prezem e defendam a qualidade de vida, que está precária com ar que respiramos. Queremos também mais proteção para os nossos rios, matas ciliares, para o nosso meio ambiente que anda castigado por falta de programas e da presença do poder público com programas permanentes. Enfim um futuro melhor para os nossos filhos e netos”.

Luiz Fernando Pereira, 44 anos, funcionário público

“Volta Redonda, minha querida cidade. Queria te cumprimentar pelo aniversário, mas ultimamente você tem deixado a desejar na segurança pública, na saúde e, principalmente o servidor desmotivado e sem valorização. Volta Redonda já está na hora de valorizar o servidor público, pois rica você é, mas falta uma administração voltada para a população que busque melhorias, principalmente no transporte coletivo”.

José Maria da Silva, 66 anos, químico aposentado do Centro de Pesquisa da CSN e militante do MEP

“Querida e amada Volta Redonda, na sua singular data, em meio aos comprimentos, permita-se umas palavras diante da sua sexagenária data, 65 anos. Nossas idades se confundem, você me acolhe desde os dez anos, tenho por ti gratidão. Na nossa maturidade, posso afirmar que você está ‘além do aço’ que te forjou. A sua história antes da ‘Cidade do Aço’ carregava no seu vale (colo), a história dos ‘povos puris’: pureza e coragem misturadas. É certo, na sequência de sua caminhada foi construída de forma mesclada e acolhedora, permeada por mística e solidariedade, que na alegria e luta enfrentou e superou conflitos. És resistente. Embora seja seu aniversário te peço para rever seus caminhos na ótica de atentar para os empobrecidos e para os jovens sem perspectivas, para o trabalho com meio ambiente limpo, e buscar ter olhares atentos para crianças e idosos. Cuidar da manutenção, associada à importante reengenharia de mobilidade urbana. Parabéns Vota Redonda”!

Alan Cunha, 38 anos, auxiliar administrativo e presidente da Associação de Moradores do Açude

“Gostaria de parabenizar a você, minha cidade pelo seu aniversário de 65 anos. Creio que a partir desta data, Deus irá derramar sobre você muitas bênçãos e que todos os problemas, como a questão de falta de segurança, de oportunidades de trabalho e da saúde irão melhorar. A nossa cidade é abençoada e promissora. Com certeza iremos dá a volta por cima nesta Volta Redonda”.

Erlane Pereira dos Santos, 45 anos, educadora, que desenvolve trabalhos sociais em prol do equilíbrio da autoestima

“Quero muito cumprimentar você, Volta Redonda, pela passagem do seu aniversário. Mas gostaria que você desse mais incentivo na área de inteligência emocional, incentivo no equilíbrio da autoestima e busca pela vida saudável. Se a pessoa tiver autoestima equilibrada, dominar suas emoções e viver de forma saudável, automaticamente haverá melhora na saúde mental e física”.

 Luiz Rogério de Freitas, 62 anos, aposentado que presta assessoria sindical  

“Olá, Volta Redonda! Você hoje está completando 65 anos. Uma jovem senhora, que me acolheu com três meses de idade. Tenho 62 anos, sou casado e tenho três filhos volta-redondenses natos. Por isso, gostaria de lhe cumprimentar pelo seu aniversário, mas fazendo um pedido por mais saúde, educação, segurança e empregos para os seus filhos que tanto te amam. Te admiramos muito e ficamos muitos orgulhosos de vivermos aqui com você. Feliz aniversário, Volta Redonda, e que seu futuro seja sempre promissor”.

 Claudinei Evangelista, 51 anos, funcionário público

“Sou funcionário público há 32 anos e gostaria de te parabenizar minha querida Volta Redonda, pelos seus 65 anos. Aproveitando, gostaria que você me desse a oportunidade de viver com mais saúde, pois a cada dia que passa você está sendo mais e mais poluída e, com isso prejudicando a saúde de todos que te amam. Na verdade, sinto muita falta de como você era alguns anos atrás, com pouquíssima poluição e sendo fiscalizada pelos órgãos competentes. Hoje vejo que você está em falta com toda a população em relação à qualidade de vida”.

Maria Helena de Carvalho, 73 anos, aposentada

“Queria dar meus parabéns à nossa cidade querida. Você, Volta Redonda, é uma cidade maravilhosa, mas tem deixado a desejar em saúde. Para se ter uma ideia, as consultas ainda são muito demoradas e os exames então pior ainda. Por isso te peço, Volta Redonda querida, melhore isso para nós, mas nessa data não vou deixar de te parabenizar”.

Marília Marques, 22 anos, estudante

“Parabéns Volta Redonda. Você é uma cidade ótima, mas está faltando oportunidade de emprego para nós, jovens. Melhora o emprego aí. Quero me formar e trabalhar aqui junto com a minha família, sem precisar buscar oportunidade de emprego em outra cidade ou estado”.

Xayani SantAnna, dona de casa

“Parabéns, Volta Redonda! Que a cada dia melhore mais. Fico feliz em morar em uma cidade como você, com uma boa estrutura, mas precisa de mais atividades para as crianças. Eu que tenho dois filhos, sinto falta disso.  Mas mesmo assim te desejo muitas felicidades. Parabéns, Volta Redonda por mais um ano de vida”.

 Júlio Marinho Gregório, 65 anos, aposentado

O aposentado disse que faz questão de parabenizar a cidade. Quero cumprimentar você, Volta Redonda pela passagem dos seus 65 anos de existência, mas também vou aproveitar a oportunidade para cobrar mais atenção com a saúde, educação e com os idosos. Você é conhecida como cidade do aço, uma das mais fortes e estruturada no que diz respeito ao desenvolvimento social e econômico, mas vem nos últimos anos deixando os nossos idosos e demais familiares sem acesso a serviços essenciais e básicos. Minha bela cidade, com saúde não se brinca. Sinto na pele essas mudanças, mas ainda torço para que as coisas melhorem para o nosso povo. Um abraço”.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !