Moradores do distrito Floriano cobram manutenção em rua e reconstrução da ponte que dá acesso à comunidade

0

BARRA MANSA

Moradores da Vila dos Remédios, no distrito Floriano, procuraram o A VOZ DA CIDADE pedindo ajuda para cobrar do governo municipal uma solução de um problema que vem sendo recorrente para a comunidade. Segundo eles, a qualidade da via principal impossibilita, não apenas uma condução segura de veículos, como também a passagem de automóveis maiores, que são necessários para outras manutenções na localidade. Um exemplo disso seria o caminhão da Light, que segundo as queixas, não conseguiu passar para atender uma demanda de falta de energia elétrica, na última quinta-feira, dia 27.

Os residentes ressaltaram ainda o desmoronamento da passarela da ponte, que é o principal acesso para o local. A passarela caiu no fim de 2021, no dia 17 de dezembro, quando uma cabeça d’água aconteceu em no rio Milanez. De acordo com os relatos, uma passagem provisória foi montada e a população aguarda a licitação para as obras, enquanto convivem com os problemas rotineiros.

Ivan Pereira Gonçalves, um dos representantes do Grupo de Amigos e Moradores do distrito de Floriano (Gamof), descreveu a situação como ‘lamentável’. “Vemos bairros mais populosos e centrais serem tratados com um carinho maior e os distritos sendo deixados em segundo plano. Precisamos de mais atenção, pois também pagamos nossos impostos como qualquer outro cidadão”, ressaltou.

O morador ainda apontou alguns outros problemas que a comunidade enfrenta, como a falta de capina. “Muitas ruas estão com o mato muito alto e temos muitos postes sem iluminação. Por conta das ruas esburacadas os caminhões de manutenção não conseguem passar e quem sofre com isso é a comunidade”, completou Ivan.

Outro morador que falou sobre a situação no bairro foi o Paulo Cesar Pereira de 72 anos. Ele afirmou que a qualidade de vida no distrito está péssima por falta dessas manutenções. Ele relatou outro problema que é a falta de escoamento da água. “Quando chove, tem uma correnteza na rua que dá para andar de barco. Já pedimos também uma valeta para jogar a água pluvial em uma valeta, mas também não conseguimos. As crianças não conseguem brincar na rua e dá muito mosquito. Estamos cheios de problemas”, finalizou.

O A VOZ DA CIDADE entrou em contato com a prefeitura, questionando se já há um planejamento para a manutenção da passarela da ponte e sobre um planejamento para a manutenção da via principal, a Barros Viana, que é a estrada que liga Floriano a Vila dos Remédios.  De acordo com a nota enviada, a Secretaria de Manutenção Urbana (SMMU), após o desmoronamento da passarela, iniciou de imediato a construção de uma passagem provisória, que será concluída em tempo recorde, nos próximos dias. “Ao final da obra, a Prefeitura, através de uma parceria com o Governo Estadual, irá construir uma nova ponte no local”, ressaltou, completando que nos próximos dias, as equipes da Secretaria de Desenvolvimento Rural estarão na Vila dos Remédios para realizar serviços de capina e roçada. Além disso, a secretaria irá verificar a situação das estradas e da iluminação na localidade.