Moradores de Falcão reclamam das condições da rodovia após acidente

0

QUATIS

Um acidente com uma motocicleta na Rodovia RJ 159, no distrito de Falcão, em Quatis, na manhã de ontem, trouxe à tona um problema que motoristas estão enfrentando na rodovia. Na moto estava um casal e o acidente aconteceu próximo a uma barreira que deslizou da encosta durante as chuvas de verão, a cerca de cinco meses. O acúmulo de terra ocupa meia pista, permitindo a passagem de um veículo por vez. Testemunhas acreditam que o casal não conhecia bem a estrada, tão pouco a presença da barreira que fica logo após a uma curva e teriam se assustado com um carro que vinha em sentido contrário e perdido o controle da moto.

Segundo informações, o casal foi atendido em um posto de saúde de Falcão. O homem que guiava a moto teria quebrado a clavícula e a mulher, sofrido apenas escoriações.

Segundo moradores, a rodovia apresenta ainda mais duas barreiras obstruindo a estrada e deixando-a em meia pista. E o acidente de ontem teria sido o segundo no mesmo ponto. “Já pedimos a prefeitura de Quatis para desobstruírem a estrada, já que o trecho está dentro de Falcão, que pertence a Quatis. Mas eles dizem que a estrada é estadual e a retirada da barreira deve ser feita pelo estado. Enquanto isso, os riscos de novos acidentes só aumentam”, disse a moradora Valdelena Araújo.

Acidente aconteceu próximo a uma barreira que obstrui meia pista da RJ 159 – Redes Sociais.

RJ 159

A Prefeitura de Quatis informou em nota, por meio da Assessoria de Comunicação, que a manutenção e a conservação do trecho onde aconteceu o acidente são de responsabilidade do Governo do Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER). Informou também que a Defesa Civil do Município fez recentemente um relatório e o encaminhou ao presidente do DER, reforçando a necessidade de ações urgentes no local com o objetivo de desobstruir parte da estrada afetada por quedas de barreiras, uma vez que a prefeitura não dispõe do maquinário indicado para a realização deste serviço, no trecho em questão.  Além deste relatório, a Prefeitura já havia encaminhado ofícios ao DER-RJ frisando a necessidade de apoio ao Município para retirar as barreiras no local em que houve o acidente.

Na nota, a Prefeitura afirma que apesar de não ser de sua responsabilidade realiza sistematicamente a conservação em trechos da estrada, nos locais onde os serviços são possíveis de serem feitos com as máquinas da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural, o que não é caso do trecho relacionado ao acidente desta segunda-feira.

Finalizou a nota informando que “ciente da crise financeira que enfrenta o Governo do Estado”, recentemente, o Município realizou uma operação tapa-buraco em um trecho desta estrada. “Ainda em março passado, quando uma forte chuva atingiu o distrito de Falcão, a prefeitura fez uma ação emergencial na localidade para desobstruir alguns trechos, o que possibilitou a normalização do tráfego de veículos”, concluiu a nota lamentando o acidente acontecido nesta segunda-feira.