Moradora do Santo Agostinho sofre com água de esgoto que invade sua residência  

0

VOLTA REDONDA

Há anos, a cuidadora de idosos, Sônia Regina, de 62 anos, sofre com uma água de esgoto que passa por dentro da garagem de sua residência na Rua da Caviana, 15, no bairro Santo Agostinho. Além da preocupação com doenças, a reclamante teme maiores prejuízos, já que até um muro da casa desabou. A mulher garante que há tempos uma equipe do Serviço de Água e Esgoto (Saae-VR) esteve no local, mas não descobriu de onde vem o esgoto e não mais retornou.

Segundo a moradora, a água de esgoto desce dia e noite da Rua União e vaza direto em sua garagem. Explicou que, por conta própria, improvisou uma caixinha com um cano para desviar o esgoto de dentro da garagem para a canaleta do escadão. Mesmo assim, teme por novos prejuízos e uma inundação em sua residência nesse período de chuvas. “Esse esgoto desce direto, dia e noite, pela minha garagem, mas quando chove o volume de água aumenta e entra em casa”, explicou.

A moradora destacou que, enquanto não localizar o local do vazamento, esse problema não será resolvido. “Peço ajuda de todos para que a situação se resolva. Quando os funcionários do Saae vieram aqui não encontraram o local do vazamento, mas também não voltaram. Com isso, o problema continua. E qualquer chuvinha que cai, tem acúmulo de água suja. Em seguida, o odor é insuportável. Já não sei mais o que fazer para solucionar esse problema”, queixou-se a moradora, lembrando que nesse período de chuva a tensão é maior.

Ao A VOZ DA CIDADE, por meio da Secretaria de Comunicação, a direção do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Volta Redonda (Saae-VR) informou que vai enviar uma equipe ao local nesta terça-feira, dia 24, para avaliar e solucionar o problema.

 

error: Conteúdo protegido !