Milhares de munições de guerra são apreendidas na Dutra, em Piraí

0

PIRAÍ

Uma operação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), na tarde da última sexta-feira, 10, na Rodovia Presidente Dutra (BR-116), na Serra das Araras, resultou na apreensão de um carregamento de milhares de munições. Um homem, de 25 anos, e uma mulher, de 27, foram presos na ação e autuados por tráfico de armas e munições. O caso foi registrado na Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), na Cidade da Polícia, no Jacaré, Zona Norte do Rio. A ação faz parte da operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do Estado.

Durante a ação conjunta, os policiais desconfiaram do casal que estava seguia pela rodovia em um VW/GOL. Ao abordar os suspeitos, os agentes perceberam o nervosismo dos dois e realizaram uma busca no veículo e encontraram as munições de calibres restritos 7.62, 5.56, .40 e 9 mm. O material estava escondido em compartimentos secretos e fundos falsos.

O material ainda está sendo retirado do carro e a cada momento os policiais encontram novos esconderijos.

DESTINO DAS MUNIÇÕES

Os policiais descobriram que, essas munições tinham como destino os narcotraficantes das principais comunidades do Rio de Janeiro. O motorista informou aos policiais que havia saído de Foz do Iguaçu, fez praticamente todo o trajeto desviando de postos da PRF e dando preferência as rodovias estaduais. Explicou ainda que, ao acessar a via Dutra para chegar ao Rio de Janeiro, acabou ficando nervoso quando se deparou com a operação conjunta.

Segundo informaram os policiais, estava também no carro o filho do casal de um ano de idade, que ficará aos cuidados do Conselho Tutelar. “Viajar com familiares e crianças tem sido uma estratégia recorrente de criminosos que tentam burlar as fiscalizações policiais”, informou um dos agentes envolvidos na ação.

Vale ressaltar que a Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Civil têm realizado diversas operações em conjunto mantendo uma contínua troca de informações com a finalidade de reprimir o tráfico de armas e munições no Rio de Janeiro.