Mil pessoas estão inscritas para a corrida Federal Kids no próximo dia 20 em Resende

0

RESENDE

Mil pessoas estão inscritas para participar da corrida contra a Pedofilia, que acontece em Resende, no próximo domingo, dia 20, durante 10ª Edição da Ação Social Federal Kids. O evento realizado pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) em parceria com a Prefeitura, Polícia Federal, visa o combate a Pedofilia, crime que vem crescendo de forma gradativa, principalmente nas redes sociais. Na manhã de quinta-feira, uma reunião realizada no Plenário da Câmara de Vereadores, no Centro Histórico da cidade, fechou os últimos detalhes do evento, que além da corrida, que é o carro chefe da ação social, também contará com atividades culturais, recreação e serviços de saúde. Todo o evento acontecerá no Parque das Águas e no seu entorno, localizado no bairro Jardim Jalisco.

De acordo com o Sesc, a iniciativa vai contar com a participação de diversas instituições, entre elas, Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal e outras entidades. Além disso, a Federal Kids reunirá abordagens sociais, atividades infantis, como brinquedos infláveis, recreação e uma praça de alimentação variada. “O evento tem uma grande estrutura com várias tendas e estandes que serão instalados no Parque das Águas, abordando diferentes vertentes, mas que envolvam a importância do debate acerca da Pedofilia. Teremos atividades culturais, recreativas, oficinas de meio ambiente, tendas de saúde oferecendo serviços de enfermagem, aferição de pressão, massoteria, palestras sobre combate e prevenção a pedofilia, Bullying e é claro, a corrida que reúne pais e filhos”, disse o Jonas Henrique Almeida da Silva, coordenador técnico do Sesc.

O prefeito Diogo Balieiro Diniz (Democratas) que foi representado na reunião pelo secretário de Esporte e Lazer, Davi Manuel de Jesus, ressaltou que, embora o evento tenha grande relevância esportiva, já que trata-se de uma corrida entre pais e filhos, é muito importante que as pessoas visitem os estandes e absorvam o verdadeiro conteúdo da iniciativa, que é o combate aos crescentes casos de pedofilia no Brasil. “A melhor maneira para combatermos um problema grave como este, é debatermos em sociedade. Com a realização do evento, conseguimos reunir os principais atores do cenário da pedofilia, que são as crianças, pais, responsáveis e a comunidade em geral. Através do esporte e de abordagens sociais pretendemos sensibilizar o máximo de pessoas em nosso município”, conta o prefeito.

A realização do evento na cidade foi estudada a partir da audiência pública de “Combate à Pedofilia”, solicitada pelo vereador Tiago Vieira, o Tisga (PPS), em maio de 2018, no Plenário da Câmara de Vereadores.  Durante a audiência, veio à tona a possibilidade de viabilizar a ação, a pedido do parlamentar junto ao delegado de Polícia Federal, Clayton da Silva Bezerra, que atua como coordenador-geral do Federal Kids, e ao delegado da Polícia Federal em Volta Redonda, Pedro Paulo Simão da Rocha.

“Nós precisamos exercer, de alguma forma, uma atividade de combate a um crime tão cruel, que, infelizmente, acontece todos os dias e em vários lugares. Temos que ficar atentos que crimes de abuso sexual não existe só em novelas e filmes. Pelo contrário, pode estar acontecendo próximo da gente e nem percebemos. Por isso é importante a gente falar com a população sobre os canais próximos de denúncia de abusos e também divulgas o Disque 100, que recebe denúncias destes crimes”, destacou Tisga.

Durante a reunião, o coordenador da Federal Kids, Clayton Bezerra, voltou a falar que 70% dos casos de pedofilia no Brasil são praticados por familiares ou pessoas muito próximas às vítimas. “É importante os pais estarem atentos ao comportamento de seus filhos, principalmente, na internet. Vale alertar os pais que devem falar sobre sexo com os filhos. As pessoas acham que se não falar sobre o tema, os filhos estarão protegidos. Pelo contrário, as crianças precisam se informadas porque o abusador sexual procura entre suas vítimas a criança e adolescente que menos sabe sobre o assunto e é acompanhada. Isso é um grande erro dos pais. Sempre oriente converse com seu filho antes que um pedófilo fale com ele”, alertou Bezerra acrescentando que de acordo com dados, no Brasil foram registrados 180 mil registro de abuso sexual contra criança e adolescentes. “O trabalho da Polícia não é só repressão e também prevenção. Apenas 10% dos casos de Pedofilia chegam a Polícia. Além disso, 70% dos abusos acontecem dentro de casa e 95% dos crimes as pessoas conhecem os abusadores. Estes fatores que nos fizeram pensar em algum movimento para trabalhar na prevenção e a partir daí surgiu a Federal Kids que é composta não só pela corrida dos pais e filhos como também de vídeos na internet, capacitação de professores da rede pública, exposição sobre o tema e é colocado em locais de grandes concentrações, curso EAD para professores e profissionais, distribuições de livros e cartilhas, além de ações sociais e recreativas para orientar a população sobre abuso sexual”, destacou Clayton que é integrante do Grupo de Estudos da Criminalidade Cibernética Organizada da Academia Nacional de Polícia (ANP), presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Federal no Rio de Janeiro e vice-presidente da Federação Nacional dos Delegados de PF.

Atividade esportiva principal da Federal Kids é a corrida entre pais e filhos-Divulgação

CORRIDA FEDERAL KIDS

corrida será realizada em três modalidades, distribuídas por idades e distâncias distintas. Durante a atividade, as crianças serão acompanhadas por adultos. Às 8 horas será direcionada aos participantes de até 6 anos em uma distância de 500 metros. Já às 9 horas, crianças de 7 a 10 anos irão percorrer 1 km e, às 9h30min, será a vez do público de 11 a 14 anos, em um percurso de 1,5 km. Todos os participantes deverão fazer os percursos acompanhados de seus pais ou responsáveis.

O evento já é um sucesso em Resende. Prova disso que, faltando menos de quinze dias para a realização da Federal Kids, as inscrições já esgotaram. Para participar do evento, cada inscrito deverá doar quatro quilos de alimentos não perecíveis, entregues no momento da retirada de kits, que vai acontecer nos dias 18 e 19 de janeiro, na sede do Senac Resende. Na sexta, 18, a unidade vai distribuir os kits das 14 às 21 horas. Já no sábado, 19, o período de distribuição vai ser pela manhã, das 8 às 14 horas.

Ainda segundo a organização da corrida, todas as crianças inscritas no evento, além de receberem um kit, com blusa, número de identificação, mochilas e outros itens, podem chegar ao local com antecedência, para participarem de um exercício de alongamento oferecido pelo Sesc, em parceria com os educadores físicos da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !