Menos da metade dos infectados com Covid-19 cumpre corretamente o isolamento social em Barra Mansa

0

BARRA MANSA

Até a última segunda-feira, dia 8, Barra Mansa tinha um total de 782 exames positivos (um aumento de 3,17%), sendo 559 considerados curados, ou seja, 223 pessoas com vírus ativo na cidade. A prefeitura tem um trabalho de acompanhamento diário dos casos confirmados e um dado preocupante tem chamado atenção desde o início da pandemia: pessoas contaminadas não têm ficado em isolamento. Segundo a gerente de Vigilância em Saúde, Juliana de Souza Machado Ferreira, nos últimos 15 dias foram realizadas 185 visitas, porém em apenas 47,5% delas a equipe conseguiu encontrar os infectados.

Diariamente, segundo ela, acontecem de dez a 15 visitas diárias. Dessas, de três a quatro não são concluídas porque não é possível encontrar o paciente e/ou membros da família, já que quando  há confirmação de um caso é feito o cinturão da família do paciente e o acompanhamento até a cura clínica. “Ficar em casa, no atual contexto de enfrentamento ao coronavírus, é mais do que um ato de segurança, é um gesto de carinho a você e às pessoas que estão no seu entorno. Por isso, a prática do isolamento social se torna tão importante nesse momento. A medida tem sido uma das principais e mais eficazes recomendações de órgãos como a Organização Mundial da Saúde”, disse Juliana, lembrando que o isolamento social reduz o risco a quase zero, pois cada pessoa, tendo contato com um número menor de outras pessoas, infecta menos pessoas.

“Se com o isolamento social conseguirmos reduzir o R0 para ao redor de um, ou seja, se cada infectado contaminar apenas uma outra pessoa, o sistema de saúde conseguirá lidar de forma muito melhor com a pandemia”, afirmou.

POSSIBILIDADE DE FECHAMENTO DA CIDADE

O município de Barra Mansa está com as medidas de flexibilização das atividades econômicas em vigor desde o dia 29 de maio. Além do comércio, estão em funcionamento os bares, restaurantes, shoppings, feiras livres e os cultos religiosos. Em live nas redes sociais na noite de segunda-feira, o prefeito Rodrigo Drable disse que embora os números referentes à Covid-19 ainda estejam dentro dos limites legais para manter as atividades em funcionamento, muitas pessoas estão relaxando as medidas de prevenção ao vírus e se os números se elevarem, a cidade terá que ser fechada novamente.

Para que as medidas de flexibilização sigam em vigor, foram estabelecidos com o Ministério Público os seguintes eixos: O município não pode ultrapassar 60% de ocupação dos leitos de enfermarias e nem 50% de ocupação dos leitos de UTI. Além disso, a cidade não pode registrar mais de 5% de casos confirmados em 24 horas.

PERCENTUAIS

Barra Mansa tem 35 óbitos e 63 casos suspeitos a espera de resultados de exames. Os leitos de UTIs tinham oito pessoas internadas (38% de ocupação); nos leitos clínicos eram 21 pessoas internadas (30% de ocupação). O município tem ainda quatro respiradores que estão em uso, tendo outros 27 de reserva.

De acordo com o Drable, apesar dos números ainda serem positivos, se as pessoas continuarem se comportando com descaso, os números atingirão o limite estipulado em acordo com a Justiça. “As pessoas relaxaram muito, voltaram a se abraçar e apertar as mãos. Se as coisas continuarem como estão, uma hora vamos ter que fechar novamente, como tem ocorrido em outras cidades. Estamos em um momento crítico e não sei dizer por quanto tempo ficaremos assim. Tem gente que acha que as coisas voltaram a ser como eram antes, mas ainda não voltaram”, alertou, reafirmando a importância do distanciamento social.

 

 

 

error: Conteúdo protegido !