Meio Ambiente realiza levantamento aerofotogramétrico de área do bairro Paraíso de Cima, em Barra Mansa

0

BARRA MANSA

Agentes da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Barra Mansa estão realizando o levantamento aerofotogramétrico de alguns pontos do município com a finalidade de obter informações voltadas para o desenvolvimento de projeto de urbanização. Atendendo a solicitação da Secretária de Planejamento Urbano, o bairro Paraíso de Cima, na Região Leste, foi uma das localidades onde o ocorreu o procedimento. A vice-prefeita Fátima Lima acompanhou a operação. Ela ressaltou a importância do uso da tecnologia em favor do serviço público.

A Prefeitura, segundo o secretário de Planejamento Urbano, Eros dos Santos, quer desenvolver o projeto de urbanização do bairro Paraíso de Cima, incluindo duas áreas de lazer. “Por isto, pedimos ao Meio Ambiente que fizesse o mapeamento com o uso de drone, a fim de obter as informações necessárias e precisas sobre a área. A execução dos serviços impactará na melhoria de condições da qualidade de vida das pessoas. O Paraíso de Cima conta com 45 casas, 240 unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida que estão em fase final de construção e uma área de ocupação popular. Se contabilizarmos quatro pessoas por cada família que reside atualmente no local, as obras beneficiarão 520 pessoas. Após, a entrega das residências do Minha Casa Minha Vida esse quantitativo sobe para 1.480 pessoas”, disse.

Com relação ao uso da tecnologia para auxiliar no mapeamento do município, o secretário de Meio Ambiente, Vinícius Azevedo, explicou que a aerofotogrametria utiliza um sensor acoplado no drone para obter as informações. “É hoje, uma das tecnologias mais usadas em mapeamento de áreas pelo fato de apresentar resultados precisos a custos relativamente baixos. O drone foi adquirido pela Secretaria em 2018 com recursos do Fundo Municipal de Conservação Ambiental. Desde então, estamos utilizando o equipamento para monitoramento de áreas rurais e georreferenciamento. Também atendemos aos pedidos de outros órgãos da administração pública que eventualmente precise da utilização do drone”, concluiu Vinícius.

error: Conteúdo protegido !