Mais 2,8 milhões de doses de imunizantes da Janssen desembarcam no Brasil nesta sexta-feira, dia 3

0

BRASÍLIA

Brasil amanhece com reforço na campanha nacional de vacinação contra a Covid-19. Mais dois voos da Janssen, com 2,8 milhões de doses no total, chegaram ao país nesta sexta-feira, dia 3.
Cada voo veio com 1,4 milhão de doses do imunizante. Agora, as vacinas passarão por um processo de controle de qualidade pela garantia de que eles cheguem com segurança aos braços dos brasileiros. Conheça as etapas desse procedimento: Do laboratório ao braço: caminho das vacinas Covid-19 tem controle de qualidade rígido e operação logística em tempo recorde.
Desde o começo da campanha, o Ministério da Saúde enviou aos estados mais de 372 milhões de doses. Dessas, aproximadamente 5 milhões são da Janssen. Esse imunizante contém produção baseada em um vetor viral, ou seja, é utilizado um vírus modificado para estimular o organismo humano a produzir anticorpos contra o coronavírus.
Até agora, 313 milhões de doses foram aplicadas no Brasil. Mais de 90% da população-alvo tomaram a primeira dose do imunizante, o equivalente a 159,5 milhões de pessoas. Em breve, o país chegará à marca de 80% do público-alvo com as duas doses no braço. Até o momento, 140,5 milhões de pessoas completaram o esquema vacinal.
Dose de reforçoOs mais de 4 milhões de brasileiros que se vacinaram com a vacina da Janssen devem tomar uma dose de reforço, do mesmo imunizante, entre dois e seis meses depois da primeira aplicação. A orientação é baseada em estudos científicos que mostram aumento significativo na imunidade após a aplicação de mais uma dose da vacina, principalmente com intervalo mais longo, de seis meses. A recomendação do Ministério da Saúde foi divulgada em Nota Técnica.