Mãe agradece ajuda para a compra da órtese da filha de dois anos

0

VOLTA REDONDA

Depois de grande mobilização pelas redes sociais e ajuda de amigos, a pequena Isis Viana Silva de Oliveira, de dois anos, que precisa de correção para os joelhos tortos (Joelho Geno Varo), já está com a Órtese Noturna. A campanha virtual em prol da menina, iniciada no mês passado, tinha como objetivo arrecadar R$1.800,00 para a compra do aparelho. A expectativa era que a campanha fosse realizada até novembro, só que terminou antes. A mãe da menina, residente em Volta Redonda, faz questão de agradecer a ajuda recebida não só dos parentes e amigos, mas de toda a população que abraçou a campanha em prol da menina.

A mãe da menina contou ao A VOZ DA CIDADE que no próximo dia 16 será sorteado um kit festa, com um bolo de 20 fatias, 200 docinhos, 100 salgadinhos e um refrigerante. O kit, de acordo com ela, foi doado por uma amiga para gerara fundos para a compra da Órtese Noturna. “Fizemos uma rifa, vendemos todas e o dinheiro nos ajudou muito. Agora, o ganhador vai ficar feliz. Agradeço a todos pela ajuda”, agradeceu a mulher, lembrando que outra grande ajuda para a campanha foi a doação do Projeto “Corujinhas do Bem” que doou chaveiros para serem vendidos e ajudou no montante para comprar a prótese. “Estamos felizes e agradecidos a Deus e a todos que nos ajudaram. Aquelas que não puderam colaborar com dinheiro, mas com orações, também nos ajudou muito”, agradeceu a dona de casa, lembrando que agora é só torcer para a adaptação da menina, que está sendo difícil.

RELEMBRANDO O CASO

Em setembro, a dona de casa Gisele informou ao A VOZ DA CIDADE que está desempregada e que não tem contato com o pai da menina. Por isso, não dispondo do valor em dinheiro para o tratamento da filha, decidiu pedir ajuda das pessoas lançando a campanha online. Relatou a mãe que a órtese noturna vai melhorar, em muito, a qualidade de vida da filha. Ela disse que contava com o apoio de parentes, amigos e principalmente da população em geral.

Ainda de acordo com a desempregada, a pequena começou a andar logo que completou onze meses de vida. E desde então ela percebeu que as perninhas da menina eram tortas. “Por isso, ela faz tratamento desde bebê, pois havia a possibilidade de correção natural, mas ao completar dois anos no mês passado, foi percebida uma piora”, informou a desempregada, lembrando que Isis anda e corre, mas tem caído com muita frequência e o problema pode se agravar. “Portanto, o ortopedista recomendou para ela o uso de uma órtese noturna para tratar o joelho varo, condição onde os joelhos se mantêm afastados mesmo quando a pessoa consegue encostar um tornozelo no outro. Com o órtese, a chance de correção é de 90%”, finalizou a mãe.

 

 

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !