Madureira e Voltaço ficam no empate

0

No fechamento da segunda rodada da Taça Rio, Madureira e Volta Redonda ficaram no empate em 0 a 0. Na partida que foi realizada na tarde de ontem, no Estádio Aniceto Moscoso, em Conselheiro Galvão, o Voltaço foi melhor, encurralou o Madureira no campo de defesa, mas acabou parando, por duas vezes, na trave. No fim, o empate sem gols deixou o Voltaço na vice-liderança do grupo B, com um ponto.

Na próxima rodada, o Esquadrão de Aço enfrenta o Fluminense. A partida está marcada para domingo, dia 4, às 17 horas, em local ainda a ser definido pela Ferj. Já o Madureira visita o Nova Iguaçu no Laranjão, às 15h45min, também no domingo.

O JOGO

Em um primeiro tempo de amplo domínio do Esquadrão de Aço, o Voltaço só não foi para o vestiário com a vantagem porque o gol tricolor teimou em não sair. Aos 15 minutos, Vinícius Pacheco lançou Marcelo que, da entrada da área, bateu para o gol. Jonathan se esticou todo e conseguiu desviar a bola, que bateu no travessão. No rebote, Vinícius Pacheco bateu para o gol e o zagueiro adversário tirou em cima da linha. A bola sobrou novamente para o Tricolor e Núbio Flávio emendou para o gol, mas Jonathan se recuperou no lance e fez outra grande defesa.

Por sua vez, o Madureira não conseguiu escapar da pressão tricolor e não conseguiu assustar Douglas Borges, que só apareceu para cortar cruzamentos. Na melhor chance dos donos da casa, Yago recebeu na área, mas foi travado por Bruno Costa na hora da finalização.

Já o Voltaço criou mais uma grande chance de gol, mas acabou parando na trave novamente. Dija Baiano bateu escanteio pela esquerda e quase marcou olímpico, mas a bola bateu na trave. No rebote, Bruno Costa tentou desviar para o gol, mas a zaga apareceu e afastou o perigo.

Assim como no primeiro tempo, o Voltaço iniciou melhor e quase abriu o placar aos dois minutos. Vinícius Pacheco cruzou na medida para Marcelo, que desviou para o gol, mas Jonathan, com o pé, fez grande defesa, salvando os donos da casa. Aos 22 minutos, Vinícius Pacheco lançou Dija Baiano, que ia sair sozinho na cara do goleiro, mas a bandeirinha, erradamente, marcou impedimento e anulou o lance.

Restando dez minutos para o final do jogo, o Madureira se lançou ao ataque em busca da vitória, mas parou em Douglas Borges, que fez um milagre após cabeçada da pequena área.