Luiz Antônio quer fazer um grande debate para desenvolvimento regional

0

SUL FLUMINENSE

Aos 77 anos, Luiz Antônio, do Democracia Cristã, foi eleito deputado federal com 50.284 votos. De Valença, já foi prefeito por dois mandatos e pelo mesmo período ocupou uma das 70 cadeiras na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Tem 50 anos de vida pública. Ele, que é mais um entrevistado da série do A VOZ DA CIDADE “Eleito, e Agora”, declarou que esperará passar o segundo turno das eleições para presidente da República e governador do Rio de Janeiro para entrar em contato com todos os prefeitos e se colocar à disposição para um grande debate para o desenvolvimento regional. “Um debate acima de partidos políticos e diferenças ideológicas; e sob as necessidades da população. Terei um especial carinho com o Sul Fluminense”, disse o deputado federal eleito para o mandato de 2019-2022.

Luiz Antônio disse que ficou muito feliz com a votação que conquistou. Segundo ele, duas coisas chamaram sua atenção no pleito. A primeira foi que quando andou pelo estado, conversou com os prefeitos para saber dos problemas das localidades e se assustou por não ser uma atividade constante entre os deputados federais. “Eles buscam os votos na época de eleição e depois somem. Sou municipalista. Acho importante darmos soluções para os problemas do dia a dia das pessoas e estarmos próximos delas nas cidades”, destacou.

Outro ponto que se surpreendeu nessa eleição foi porque imaginava sofrer preconceito por conta de sua idade, mas foi o contrário. “Quando me ouviam falar, as pessoas se identificavam com alguém que luta por ideais. Precisamos muito disso no nosso país: juntar jovens e experientes, criatividade e história, para superarmos a enorme crise que vivemos”, acredita.

O deputado eleito quer ser um aliado dos prefeitos interior para lutar contra a crise nos municípios. Segundo ele, pretende buscar projetos e recursos em Brasília. Declarou que seu gabinete será um “balcão de projetos” para buscar o que for necessário para suprir as carências dos prefeitos. Luiz Antônio afirmou que lutará para abrir as portas dos ministérios a prefeitos e vereadores. “Outra preocupação que tenho – e falo com a experiência de quem já viu e vivenciou muitas crises políticas nesse país – é o perigo das radicalizações. Se embarcarmos nesse caminho, se rasgarmos a Constituição, não teremos volta. O comprometimento com as instituições é muito importante. Espero isso de todos os eleitos, e assim guiarei meu mandato. Repeti muito durante minha campanha, através de uma metáfora, exatamente isso: quero construir pontes e não muros. Divergências, elas existem e sempre existirão. Mas só na democracia as divergências podem coabitar”, discursou.

AVENTURA

E embora tenha 77 anos não falta vontade para Luiz Antônio. Para comemorar a vitória para Câmara Federal, ele saiu em viagem para Brasília no último dia 9, em seu fusca vermelho que o acompanha desde 1977. “Foram várias campanhas e muitos quilômetros rodados pelo interior do Estado do Rio de Janeiro. Ele trabalhou bastante. Prometi que, se fosse eleito, íamos até Brasília juntos. Esse fusquinha leva comigo até Brasília toda a esperança de dias melhores”, disse em sua rede social Luiz Antônio quando anunciou sua ida a capital. Ele já retornou para Valença.

 

 

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !