Leilão do Hospital São Camilo é cancelado

0

Foi cancelado o leilão do imóvel onde funcionou, por muitos anos, o Hospital São Camilo, no bairro Vila Santa Cecília. Conforme foi divulgado pelo A VOZ DA CIDADE na edição do dia 24 deste mês, o espaço estava no Leilão da Justiça Federal do Município, ocorrido na tarde de terça-feira, dia 28, na sede da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril (Aciap-VR), no Aterrado, juntamente com outros importantes imóveis urbanos, comerciais e industriais, além de terrenos, veículos diversos, entre outros bens no município.

Com 1.634,06m² e terreno c/ 852m², o imóvel, localizado na Rua Lions Club, 15, no bairro Vila Santa Cecília, está avaliado em R$ 6 milhões. Apareceu no site do leilão com incremento de R$ 10 mil e com lance mínimo de R$ 3. milhões. No registro do leilão, ainda apareceu um lance no valor mínimo. Na semana passada, após publicação do A VOZ DA CIDADE sobre o leilão do imóvel, o Grupo ADM, proprietário do desativado Hospital São Camilo, falou à equipe de reportagem que não estava sendo executado pela Justiça Federal e que também não é devedor da Fazenda Nacional.

O Grupo ADM garantiu ainda que, como o leilão do imóvel estava sendo realizado de forma irregular, com certeza seria cancelado. Informou também que todas as medidas cabíveis foram tomadas para que fosse afastada a tentativa de levar o prédio a leilão. Para o Grupo, o Hospital do Idoso já é uma realidade e um grande legado que a atual gestão do poder público municipal deixará para a população de Volta Redonda. Isso pelo fato de que no mesmo imóvel está previsto, a partir do próximo mês, a instalação  do Hospital do Idoso, conforme projeto pronto do Governo Municipal.

Recentemente, o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva (Podemos), fez uma proposta para alugar o imóvel, que está fechado, para abrir a unidade destinada aos idosos. Conforme o projeto, o hospital contará com 60 leitos, seis UTIs e dois centros cirúrgicos. Ainda de acordo com o projeto, a unidade contará com uma estrutura específica para o idoso e com isso desoneraria parte da rede pública de saúde. E para que pudesse fazer o novo hospital, dentro de todas as normas técnicas, o prefeito procurou o Ministério Saúde que, recentemente enviou os técnicos para a avaliação. Com isso, ele prometeu que até o próximo mês o Hospital do Idoso já estaria em funcionamento.

A notícia de que o hospital estava entre os imóveis, que iria a leilão pegou o prefeito e muita gente de surpresa. O assunto foi bastante discutido e acabou chegando ao Legislativo Municipal. Isso pelo fato do Chefe do Executivo ter enviado aos parlamentares um Projeto de Lei pedindo  autorização para comprar o São Camilo, onde abrigaria o Hospital do Idoso, e o também desativado Hospital Santa Margarida, no bairro Niterói, para auxiliar a Rede Pública de saúde da cidade. Esse segundo deverá ir a leilão no dia 12 do próximo mês, no valor estimado de R$ 9,6 milhões e lance previsto para o terreno de R$ 6,5 milhões. A área total construída é de  10.027,60 m². O PL foi aprovado.

error: Conteúdo protegido !