Lei da Pizza Frita se torna identidade cultural de Volta Redonda

0

VOLTA REDONDA

Ninguém duvida que o volta-redondense é apaixonado por pizza frita. Quem é de fora da região, pode até não conhecer, mas na cidade do Aço todos sabem que ela é um sucesso. Basta observar os locais que vendem, seja nas festas típicas, nas quermesses das igrejas, nos trailers e barraquinhas a fila para garantir a pizza frita é sempre grande.

E, se tem alguém comprando, obviamente tem alguém vendendo e tirando o sustento comercializando pizza frita. São histórias de comerciantes, famílias e até mesmo igrejas e templos que foram erguidos por meio da tradicional venda da iguaria.

Pensando nessa tradição, foi criada a lei que estabelece o dia 17 de junho como Dia da Pizza Frita em Volta Redonda e a declara como comida típica da cidade.

O projeto é de autoria do vereador Paulinho AP, aprovado pela Câmara dos Vereadores e sancionado pelo prefeito Antônio Francisco Neto, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura. O secretário comentou sobre a sanção da referida lei. “O Dia da Pizza Frita foi criado pensando em fortalecer ainda mais essa tradição voltarredondense. Assim como tem a tradição do bolo de rolo no Recife, do sanduíche de mortadela de São Paulo, o acarajé em Salvador…por que não podemos ter a nossa iguaria? E nada mais justo que seja aquilo que a gente ama comer: pizza frita.” destacou o secretário de Cultura Anderson na postagem feita pela Secretaria Municipal de Cultura nas redes sociais.

Com a criação da lei, o vereador Paulinho AP espera que ações para promover a iguaria como comida típica da cidade sejam realizadas. “A ideia é fomentar a economia e a cultura local, dando visibilidade para comerciantes e interessados no produto. A gente sabe que um alimento não é posse de uma determinada local ou região, mas por que não sermos referência em uma iguaria que já é tão importante para a cidade, como é a pizza frita?”, destaca.

Festivais gastronômicos, oficinas e outras ações já estão nos planos da Prefeitura Municipal de Volta Redonda, já que, segundo a Secretaria de Cultura, a pretensão é promover ainda mais a pizza frita como algo da cidade, fortalecendo a identidade cultural e oportunizando que mais famílias possam garantir o sustento pelo produto.