Legislativo derruba veto do prefeito sobre seguro total do VR Parking

0

Prevendo a criação de 50 empregos diretos, o VR Parking novo estacionamento rotativo do município terá que oferecer seguro total para os veículos. Na sessão de quinta-feira, 1º de março, a Câmara de Vereadores derrubou o veto parcial do prefeito Samuca Silva (Podemos) à emenda da mensagem 042/17, que regulamenta o novo sistema, que deve ser lançado ainda no primeiro semestre deste ano.

De autoria do vereador Rodrigo Furtado (PTC), a emenda prevê seguro total para a cobertura de danos, furtos e roubos de veículos de usuários do rotativo. A alteração na mensagem, segundo o autor, isenta o município de qualquer ônus, transferindo todas as obrigações para a empresa administradora do estacionamento. O veto foi derrubado por 12 votos a 7, sendo que somente dois vereadores ausentes, Fernando Martins (MDB) e Dinho (PEN). Pela derrubada do veto votaram Maurício Pessôa (PSC), Laydson (MDB), Isaac Bernardo (PEN), Carlinhos Santana (SD), Fábio Buchecha (PTB), Jari (PT), Luciano Mineirinho (PR), Paulinho do RX (MDB), Rosane Bergone (PRTB), Rosane Bergone (PRTB), Rodrigo Furtado (PTC) e Tigrão (MDB). Já pela manutenção do veto votaram Washington Granato (PTC), Neném (PSB), José Augusto (PDT) e Paulinho do RX (MDB).

Ao defender a derrubada do veto, Rodrigo Furtado ainda citou um trecho do artigo 14 do Código do Consumidor, que deixa claro a responsabilidade do fornecedor, independente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores. Disse que defendeu com muita tranquilidade a emenda, pois sabia que era o correto a se fazer no momento. Lembrou ainda que, a vitória não é dele, mas sim da população que terá mais segurança em optar pelo estacionamento em vias públicas. Agradeceu os outros vereadores pelo apoio e diz respeitar a opinião dos que votaram pela manutenção do veto. “A Câmara é um local de debate e discussões importantes são sempre salutares para o crescimento da nossa cidade”, destacou.

A emenda do parlamentar obriga também à empresa concessionária do rotativo a fazer valer a Lei nº 5.335, da qual é autor, e que estabelece a contratação de 70% da mão de obra de trabalhadores locais. Lembrou que, a expectativa é que o novo sistema rotativo gere cerca de 50 empregos diretos. Destacou que, é justo que estas vagas sejam ocupadas por pessoas que residem na cidade e que precisam de oportunidade. Prometeu cobrar que a lei seja cumprida de forma austera e que as contrações dos funcionários sejam mantidas.

O autor da emenda explicou que, o “VR Parking” é uma excelente iniciativa da Prefeitura de Volta Redonda e que aumentará consideravelmente o número de vagas disponíveis, prestando um serviço de qualidade e organização. Ressaltou que, as vias abrangidas pelo rotativo serão expandidas e ao todo, serão disponibilizadas quase cinco mil vagas de estacionamentos em toda a cidade. As vias abrangidas pelo sistema, de acordo com o parlamentar, serão expandidas, dividindo o município em zonas, cada uma com um valor específico. “Tenho certeza que os resultados serão positivos. O único ponto que faltava era oferecer segurança aos usuários e isso já foi resolvido”, concluiu.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !