Jovens realizam ‘vakinha’ para conseguirem participar de Competição Brasileira de Robótica

0

BARRA MANSA

A Equipe Jaguar do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), em Volta Redonda, está pedindo ajuda para conseguir participar da Competição Brasileira de Robótica (CBR) em Rio Grande do Sul. Ao todo, os jovens precisam do valor de R$ 37,5 mil e, até o momento, foram arrecadados R$ 20 mil, faltando cerca de um mês para a competição, que começa no dia 22 de outubro. A equipe é a única de Ensino Médio Técnico que representa Volta Redonda na CBR. Fazem parte alunos de 15 a 18 anos. Quem puder contribuir com a causa, pode realizar uma doação no site abre.ai/jaguar. O valor pedido é para a alimentação, transporte, uniforme, e peças para os robôs.

O campeonato tem três categorias, sendo duas de futebol e uma simulação de resgates. Os competidores devem programar os robôs para que eles executem as tarefas destinadas.  A atividade tem o objetivo de estimular os jovens às carreiras científico-tecnológicas. A Equipe Jaguar, que existe desde 2012, é um projeto de pesquisa e extensão de escola pública, campeã da competição em 2014 na categoria dança, e, em 2016 no Super Team.

Segundo o professor do IFRJ e coordenador da equipe, Helton Sereno, os alunos recebem as especializações em robótica sem nenhum custo, mas para as competições, é necessária a arrecadação. “Parte do valor nós conseguimos com rifas, vendendo bolo, brigadeiros e outras coisas. Conseguimos pagar as inscrições já, mas ainda faltam outras coisas”, contou.

Segundo explicou o professor, essas atividades para os alunos são de suma importância, pois isso leva mais conhecimentos e experiências extras para os jovens. “Eles aprendem a trabalhar com prazo, em equipe e sobre a responsabilidade. Essa vivencia extra da sala de aula, a gente não consegue através de atividades normais. Proporcionamos algo complementar, aproximando ele do mercado”, relatou, completando que a competição é o maior evento de robótica do país e é uma oportunidade para os estudantes. “É o momento de por em prática os desenvolvimentos do ano. É um elenco máximo para que eles possam mostrar o que sabem”, disse orgulhoso, pedindo para as pessoas acreditarem nos sonhos dos adolescentes.

Equipe Jaguar

Fundada oficialmente em 2012, a equipe de robótica foi denominada Jaguar em homenagem ao mascote do time da cidade, a Jaguatirica. O grupo visa preparar alunos do Ensino Médio Técnico do IFRJ para eventos na área de robótica, promover a difusão da tecnologia além de compartilhar o conhecimento adquirido ao longo dos anos através de minicursos, oficinas, palestras e materiais on-line. Sendo uma das dez equipes de Futebol de Robôs do país, estando em terceiro lugar.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !