Jovem detido pela PM confessa participação em morte na Vila Niterói, em Itatiaia

0

ITATIAIA

Agentes do 37º Batalhão da Polícia Militar (BPM) prenderam, na última quarta-feira, no bairro Jardim Itatiaia, João Paulo Lemos Petrili, 18 anos. Ele é suspeito de envolvimento no assassinato de João Pedro Pereira da Silva, também de 18 anos, ocorrida na tarde de segunda-feira. A vítima, que foi baleada com três tiros, sendo um na cabeça e dois no tórax, quando estava na laje de sua casa, na Vila Niterói e foi surpreendida por um homem. João Pedro morreu ao dar entrada no Hospital Municipal de Emergência Henrique Sérgio Gregori, em Resende.

A unidade de Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) recebeu denúncia de que João Paulo seria o suspeito dos disparos contra João Pedro e que ele estaria em um imóvel na Avenida Pedro Rangel, no bairro Jardim Itatiaia. “Seguimos para o endereço da denúncia e encontramos o suspeito próximo de sua casa. Após autorização, tivemos acesso ao celular de João Paulo e encontramos várias mensagens de voz onde ele conversava com pessoas que o orientavam a sair da cidade para fugir do flagrante e ainda com um outro homem que também estaria relacionado ao homicídio”, contaram os militares.

João Paulo foi encaminhado para a 99ª Delegacia Legal de Polícia Civil, onde acabou confessando o crime. De acordo com a Polícia Civil, em depoimento, o suspeito contou que a motivação do crime seria uma rixa que tinha com João Pedro. “João Paulo confessou o crime dizendo que já tinha uma rixa com a vítima devido à briga de facções criminosas e que se sentia ameaçado”, contou um policial civil.

Após prestar esclarecimentos, João Paulo foi liberado, de acordo com a Polícia, por não ter sido preso em flagrante. Ele vai responder processo por homicídio e aguardará a convocação da Justiça.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !