Jornal A VOZ DA CIDADE completa 51 anos de informação com qualidade

0

SUL FLUMINENSE

Neste dia 3 de outubro, junto com o aniversário de Barra Mansa, o A VOZ DA CIDADE também celebra mais um ano de existência, completando 51 anos. Criado em 1970 por João Batista Pançardes, o periódico se tornou o primeiro jornal diário da região Sul Fluminense e, até os dias de hoje mantém a tradição de levar conteúdos bem apurados e de qualidade a população.

A exemplo da maioria dos jornais, o periódico começou no sistema artesanal de letra a letra, passando pela linotipo, depois offset, usando informática na composição com trabalhos de editoração eletrônica e fotolito digital. Em seguida o processo avançou até os dias de hoje, com o que há de mais tecnológico no universo gráfico, usando Computer to Plate (CTP) e a impressão em Off-set Rotativa em nosso parque gráfico próprio. Atualmente, a tiragem do jornal é em média de 12 mil exemplares por dia, circulando em 22 municípios.

Antes de noticiar o dia a dia do Vale do Paraíba, circulou em caráter bimensal, mensal, quinzenal, semanal, até que se tornou diário. João Pançardes sempre esteve presente em todas as fases e sua história se enlaça com a do jornal. Em 2016, com 46 anos de história, João Batista começou a transição de direção do jornal para seu filho, Luciano Pançardes.

Com a crise da pandemia, o A VOZ DA CIDADE precisou se reajustar, assim como o resto do mundo para manter, principalmente, a segurança dos profissionais, por isso implantou o home office, mas atualmente, com o avanço da vacinação, a grande parte dos profissionais já trabalha normalmente. O jornal tem sua sede em Barra Mansa e sucursais em Resende e Volta Redonda.

Luciano e João Pançardes – Foto: Fábio Guimas

Luciano Pançardes apontou que com a pandemia ficou mais clara a necessidade da mídia para dar informações corretas para a população. Mesmo que a crise econômica também tenha afetado o jornal, a história e a vontade em prosseguir falam mais alto. “Temos um compromisso com o nosso leitor e lutamos a cada dia para que a impressa do interior continue existindo. A batalha não é fácil, mas pela história construída pelo  meu pai seguimos em frente. No futuro temos muito desafios, mas grandes profissionais dispostos a fazer a engrenagem continuar a rodar. Contamos com nossos leitores, que abracem e divulguem as nossas redes sociais, nosso site, nosso podcast, nossas lives no estúdio construído dentro da redação”, diz.

Interação e modernidade

Visando acompanhar as evoluções tecnológicas do mundo, o jornal A Voz da Cidade, que antigamente era apenas impresso se modernizou. Presente não apenas nas redes sociais e no site (avozdacidade.com), a marca também se encontra em todas as plataformas de podcasts e o newsletter que notifica o leitor pelo e-mail, com as principais notícias do dia.  O aplicativo do jornal, presente para Android e IOS também possibilita mais proximidade com o leitor fiel, além do estúdio de TV dentro da redação para a produção de vídeos e lives.

Estúdio onde acontecem as lives do jornal – Foto: Fábio Guimas