Itatiaia realiza Fórum de Criação do Coletivo de Mulheres Empreendedoras

0

ITATIAIA

Incentivar o empreendedorismo agregando valor à produção desempenhada pelas mulheres em suas atividades seja formal ou informal, é uma das propostas do Fórum do Coletivo de Mulheres Empreendedoras. O evento ocorre nesta quinta-feira, dia 22, às 9 horas, no Centro de Qualificação e Formação Profissional de Itatiaia, na Vila Odete.

A atividade gratuita é organizada pela Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Geração de Renda, em parceria com a Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, e ainda o Sebrae e a Emater. “O evento é aberto a toda a população, voltado principalmente para as mulheres de Itatiaia. O credenciamento será realizado na entrada do evento, que terá palestras de orientação sobre empreendedorismo focando sobre a importância de criarmos um coletivo de mulheres que possam agregar, com a ajuda da prefeitura, Sebrae e Emater, valores aos seus produtos”, comenta o assessor técnico da Secretaria de Trabalho, Emprego e Geração de Renda, José Leon Zylbersztajn, ressaltando que o Fórum pretende reunir mulheres que tenham atividade formal ou informal de geração de renda. “Convidamos artesãs, cozinheiras, costureiras, mulheres de todos os segmentos de atividade formal e informal. Nosso objetivo é o de gerar negócios na área de economia criativa a partir do princípio do associativismo, criando assim um coletivo de mulheres. Podemos incentivar que elas criem uma marca, permitindo a associação dos seus produtos à imagem do município de Itatiaia. Isso facilitará a comercialização de seus produtos, por exemplo”, argumentou José Leon.

A partir da realização deste Fórum de Coletivo de Mulheres Empreendedoras, o governo local deve incentivar a criação de uma marca como emblema envolvendo o trabalho das empreendedoras. “O próximo passo, a partir da realização deste importante fórum é orientar e incentivar os trabalhos das empreendedoras em todos os seus setores de atuação. Seja no tear, na gastronomia, por exemplo. E com o apoio do Sebrae, pensamos em desenvolver uma marca, como o desenho de uma bromélia. A empreendedora que hoje, por ventura, pinta o seu pano de prato com desenhos aleatórios, poderá utilizar esta bromélia como marca de Itatiaia, por exemplo. Assim, a meta é agregar valor a tudo que elas estejam produzindo e ao mesmo tempo remetendo a imagem ao que é feito em Itatiaia. Futuramente, podemos incentivar a comercialização destes produtos em locais estratégicos do município”, disse o assessor que anunciou que o governo mantém contato para consolidar parceria com a Rede Graal. O rodoshopping de Itatiaia poderá expor os produtos das mulheres empreendedoras. “Muitos turistas buscam produtos de recordação ao visitar Itatiaia e na Graal Itatiaia expondo nossos produtos já teremos um avanço neste planejamento”, observa José Leon.

SALA DO EMPREENDEDOR

As participantes do Fórum do Coletivo de Mulheres Empreendedoras também serão orientadas a buscar apoio para seus projetos através da Sala do Empreendedor e a formalização como Microempreendedor Individual (MEI). O MEI é um microempreendedor individual com CNPJ constituído, que fatura até R$ 60 mil ao ano. Este empreendedor pode contratar até um funcionário que deve receber um salário mínimo ou o valor do piso da categoria.

Este modelo de empresa tem como obrigação o pagamento mensal de tributos através do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) e a realização da Declaração Anual todos os anos. O MEI tem direito a diversos benefícios previdenciários, sendo necessário realizar o pagamento do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). As mulheres inscritas no MEI têm direito, por exemplo, a salário-maternidade após 10 meses de contribuição; auxílio-doença; auxílio-reclusão; pensão por morte;

aposentadoria por invalidez e aposentadoria por idade. “Sem dúvida a Sala do Empreendedor nos auxiliará bastante neste processo de consolidação do coletivo de mulheres empreendedoras. Esperamos todas as mulheres interessadas a participar do Fórum, nesta quinta-feira, no Centro de Qualificação e Formação Profissional, situado a Rua José Francisco Zikan, s/nº, na Vila Odete”, finaliza Zylbersztajn.

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !