Itatiaia define Gabinete de Gestão de Crise contra as chuvas ocorridas no fim de semana

0

ITATIAIA

O município de Itatiaia definiu na manhã desta segunda-feira, dia 5, a criação do Gabinete de Gestão de Crise, para traçar estratégias e ações contra os problemas provocados pelos temporais que atingiram o município no fim de semana. O órgão será formado por representantes das secretarias municipais envolvidas no trabalho contra as chuvas, e com os dados levantados os participantes irão ajudar o prefeito com informações para que possa ficar embasado sobre as próximas decisões a serem tomadas.  A decisão do prefeito Eduardo Guedes (MDB) foi tomada após reunião com secretários municipais e Defesa Civil, no Paço Municipal Campo Belo, sede da Prefeitura de Itatiaia, no Centro.

O município auxilia o trabalho de desobstrução na RJ-163 – Foto: Divulgação

O prefeito Eduardo Guedes, junto com as equipes da  Secretaria de  Ordem Pública (Defesa Civil e Guarda Municipal) e com a Secretaria de Obras  e Serviço Público estão percorrendo os locais atingidos pelas chuvas em Itatiaia desde domingo. Na região de Visconde de Mauá (RJ-163), que dá acesso aos bairros de Maromba e Maringá, a estrada foi bloqueada em função das quedas de barreiras. Devido ao ocorrido o acesso à região está temporariamente interrompido.

A estrada é jurisdição do Governo do Estado, mas no momento as equipes das Prefeituras de Itatiaia e Resende estão  trabalhando para desobstruir as passagens. “De sábado para domingo choveu 110 milímetros em duas horas, o que ocasionou a queda de mais de 20 barreiras impedindo a passagem na rodovia. Com as quedas não havia passagem e ninguém conseguia subir ou descer, mas depois de um dia inteiro de serviço conseguimos desobstruir o acesso, porém uma outra chuva forte caiu na noite desse domingo,o que fez com que a via fosse novamente interditada”, explicou o coordenador da Defesa Civil, Valdair do Nascimento.

Além da RJ-163, também foram registradas quedas de barreiras  no Vale do Pavão, onde já houve desobstrução. No bairro Vila Pinheiro, um deslizamento de terra ocasionou a obstrução de uma manilha que impediu a passagem de água e com isso ocasionou o alagamento de uma propriedade rural. A Defesa Civil foi acionada e ajudou na remoção dos animais da propriedade. A desobstrução da manilha já foi parcialmente realizada e a previsão é que seja concluída ainda nesta segunda-feira.

PENEDO ALAGADO

Em Penedo, em decorrência do grande volume de chuva,  as águas do Rio das Pedras subiu acima do nível e transbordou, alagando as ruas centrais (Avenidas Casa das Pedras e Avenida das Mangueiras) nas noites de sábado e domingo. O trânsito ficou prejudicado em alguns pontos  e os motoristas tiveram o auxílio da Guarda Municipal.

Ainda no bairro, nas localidades  África I, Vale do Ermitão e Alto Penedo também houve registros de quedas de barreiras, que obstruíram as vias.As equipes da Secretaria de Obras e Serviços Públicos já enviaram equipes para o local. De acordo com a Defesa Civil, nos dois dias de ocorrências não houve registro de pessoas desalojadas ou desabrigadas.

error: Conteúdo protegido !