Itatiaia decreta situação de emergência nas áreas afetadas durante as chuvas

0

ITATIAIA

As constantes chuvas entre os dias 3 e 7 no município de Itatiaia motivaram o governo a elaborar o decreto de situação de emergência nas áreas afetadas. Nesta sexta-feira, dia 9, o prefeito Eduardo Guedes (MDB) assinou o Decreto nº 2.993/2018 que autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação do Departamento de Defesa Civil, ligado a Secretaria Municipal de Ordem Publica e também ao Gabinete de Gestão de Crise, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução. A norma que tem base no Formulário de Informações do Desastre entrou vigor nesta sexta-feira, data de sua publicação.

O Gabinete de Gestão de Crise foi criado na segunda-feira, dia 5, por meio do Decreto nº. 2.989/18 e tem como objetivo traçar estratégias e colocar em prática ações para resolver os problemas ocasionados pelas fortes chuvas que atingiram o município neste período. Segundo a Prefeitura de Itatiaia, conforme o que determina a Constituição Federal, também é autorizado às autoridades administrativas e os agentes da Defesa Civil, diretamente responsáveis pelas ações de resposta aos desastres, em caso de risco iminente, a penetrar nas casas, para prestar socorro ou para determinar a pronta evacuação e usar de propriedade particular, no caso de iminente perigo público, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano.

ESTRAGOS DA CHUVA 

Entre as consequências dos altos índices pluviométricos que justificaram o decreto de situação de emergência nas áreas afetadas em Itatiaia estão as chuvas com índice pluviométrico que chegou a 193.4 mm, além dos alagamentos e deslizamentos de terra em área urbana e rural que atingiram localidades como Visconde de Mauá, Maringá, Maromba e Vales, Vale das Cruzes, Vale do Pavão, Vila Pinheiro, Nova Conquista, África I e II, Jambeiro I e II, Fazendinha, Penedo, Vale do Ermitão, Alto Penedinho, Vale da Grama, Campo Alegre, Centro, Jardim Itatiaia e Jardim Manchete.

O decreto assinado pelo prefeito Eduardo Guedes também leva em consideração a obstrução da via de acesso (RJ-163 e RJ-151) da região de Maringá/Maromba, que foi ocasionada devido à tromba d’água que caiu no Rio Pirapitinga e Roncador, trazendo diversos pontos de deslizamentos e quedas de barreira, impossibilitando a passagem e o tráfego de veículos nas estradas que dão acesso as regiões.