Integrantes do Câmara Jovem se reúnem para votar proposituras

0

BARRA MANSA

Mais um encontro de estudantes que integram o projeto Câmara Jovem aconteceu nesta quinta-feira. Os jovens se reuniram para votar e aprovar 19 proposituras apresentadas por eles durante as atividades dessa edição, sendo um projeto de lei e 18 indicações.  Antes da realização da deliberativa de hoje, os jovens vereadores haviam apresentado suas propostas em uma sessão preparatória, que aconteceu na Fazenda da Posse, marco do município, no mês de agosto.

O próximo passo é o encontro com o presidente da câmara, vereador Paulo Afonso Sales Moreira, o Paulo Chuchu (SD) para apresentar as proposituras, que precisam ser votadas pelos vereadores eleitos para terem validade perante o Executivo. Os vereadores jovens também se encontrarão com o prefeito Rodrigo Drable (PSC) para defesas de suas sugestões e saber da viabilidade de implementação.

Os jovens estudantes pensaram em temas diversos para apresentarem na conclusão do projeto. Os pedidos passam por saúde, educação, infraestrutura da cidade e das escolas. A conscientização da sociedade, principalmente dos alunos da rede pública, sobre preconceito, meio-ambiente, uso de drogas, alimentação saudável e até mesmo processo eleitoral foi assunto recorrente nas propostas apresentadas.

Um exemplo desta preocupação é a indicação nº010/2019, de autoria da vereadora jovem Maria Victória Santos Mendonça, que solicita a realização de palestras sobre temas relevantes para a juventude nas unidades escolares, pelo menos uma vez por ano. Maria Victória justificou sua proposta afirmando que foi vítima de preconceito e enxerga na conscientização dos jovens a saída para uma sociedade mais justa. “Eu mesma já sofri situações de racismo. Assim como sofre quem não se encaixa no padrão estético ou possui alguma deficiência, por exemplo. Se houver conscientização dentro das escolas, estes casos vão diminuir e a sociedade vai ficar melhor”, afirmou.

O projeto de lei aprovado pelos vereadores jovens também trata de conscientização, mas desta vez sobre as origens da cidade. De autoria da vereadora jovem Mila Sol Camargo, o projeto torna obrigatória a inclusão da história de Barra Mansa e de um circuito cultural na disciplina de História, ministrada na rede municipal de educação.

 

 

 

error: Conteúdo protegido !