Indio da Costa conversa com as pessoas em caminhadas; sábado estará em Resende

1

RIO/RESENDE

O candidato a governador do Rio, Indio da Costa (PSD), hoje pela manhã o Mercadão de Madureira, o maior mercado popular do Brasil, e seu entorno. Indio parou para conversar com as pessoas, passou seu número de celular para mais trocas de ideias e ouvir novas demandas. Ele falou também sobre o dia seguinte ao primeiro debate entre os candidatos na TV Band. Neste sábado estará em Resende, às 9 horas, na entrega de Espadim da Academia das Agulhas Negras (Aman).

“Todos os debates, entrevistas e as conversas nas ruas são muito boas oportunidades para as pessoas conhecerem mais os candidatos e escolherem quem pode virar o jogo para o bem do Rio. Eu quero investir antes de mais nada em segurança pública com investigação e policiais com equipamentos e tecnologia. Por que eu falo tanto em investigação? Porque é a única forma de dar todo embasamento para prender os criminosos e deixá-los na cadeia. Colocar mais policiais nas ruas sem investigar é tapar o sol com a peneira. As polícias civil e militar foram abandonadas. Viraram alvo dos bandidos. Mas vou dar todas as condições para trabalharem e vou cobrar resultados”, disse Indio.

Morador de Campo Grande, Rodrigo Mendes estava passeando pelo Mercadão e aproveitou para cumprimentar e tirar selfie com Indio. Disse que gostou da participação do candidato no debate. Sugeriu “melhorar o sistema de transporte sobre trilhos na cidade e levar o metrô da Barra até Campo Grande”.

Indio se apresentou a quem ainda não o conhecia e foi também reconhecido como o relator da Lei da Ficha Limpa. Ele afirmou que fará um “governo ficha limpa, aplicando com honestidade o dinheiro pago em impostos pela população”. Lembrou que, para aprovar a Lei da Ficha Limpa, estava praticamente sozinho, contra uma imensa maioria de políticos, mas naquela época passou seu celular em programas de televisão e de rádio. Recebeu milhares de mensagens e repassou de volta os celulares dos deputados. Pressionados pelos eleitores, os deputados acabaram aprovando a Lei. “A melhor aliança que faço é com a sociedade. E com a sociedade é possível realizar”, disse Indio.

Dali, Indio foi para a estação de trem em Bangu, onde encontrou com o candidato a deputado estadual, Jorge Felipe Neto (PSD) e conversou com as pessoas da região, e depois foi caminhar em Campo Grande. Indio gravou vídeos, tirou muitas fotos com as famílias e se apresentou entregando seu material de campanha.

 

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido !