III Simpósio Internacional de Mulheres Regentes tem participação da Maestrina Sarah Higino

0

VOLTA REDONDA

Segue até domingo o III Simpósio Internacional de Mulheres Regentes, a maestrina Sarah Higino, do Projeto ‘Volta Redonda Cidade da Música’ participa do evento que acontece em edição online. O objetivo do evento é criar um espaço de reflexão sobre a atuação destas profissionais no cenário profissional da música clássica, foi o que motivou quatro grandes regentes brasileiras a criarem esta conferência.

Desta vez, a pianista e regente participará como mediadora, no Painel Brasil na mesa de maestras de orquestra e banda. Na edição passada, em Montevidéo, Sarah foi palestrante. “O Simpósio Internacional de Mulheres Regentes é um grito de esperança, não somente para as maestras, mas para todas aquelas que exercem uma profissão e que tem, na sua maioria, a gestão de homens, e são delegadas a posição de invisibilidade. Nele teremos doutoras, mestres, professoras e pesquisadoras, trocando experiências de vida musical e tendo os desafios da arte da regência a cumprir, além de discutir políticas culturais de inclusão de mulheres regentes no cenário da música com igualdade de oportunidades”, explicou Sarah.

EDIÇÃO ONLINE

Por conta da pandemia, neste ano o evento será online e já conta com, aproximadamente, 600 inscrições de pessoas de mais de 30 países. O evento será pela internet, através da plataforma Zoom, mas as expectativas continuam elevadas, devido ao número grande de inscritos.

Realizada a cada dois anos, a primeira edição ocorreu em 2016 em São Paulo e teve como convidada especial a violinista e regente Marin Alsop. Já a segunda edição aconteceu em Montevideo, no Uruguai, em 2018, com a presença da regente uruguaia Gisele Ben-Dor.

 

error: Conteúdo protegido !