Idosos em quarentena devem manter hidratação e evitar sedentarismo

0

BARRA MANSA

As pessoas que vêm fazendo companhia para os idosos na quarentena, devem se atentar a alguns cuidados extras com eles. Além da higienização dos objetos e das mãos, outras coisas básicas também devem ser postas em prática, como, por exemplo, manter uma boa hidratação, práticas de exercícios e convívio. Ficar em casa, não é sinônimo de ficar parado sem fazer nada, segundo o coordenador do Centro do Idoso de Barra Mansa, Eduardo Pimentel, a pessoa da melhor idade tende a ficar ansiosa, ainda mais se for alguém ativo. Ele explica que conversar, jogar jogos, fazer leituras, entre outras coisas, é saudável para o idoso em quarentena.

Além dessas atividades para distrair a mente, os exercícios físicos são um estimulante. De acordo com a personal trainer do Centro do Idoso, Ana Carolina Barros de Oliveira, na terceira idade essas atividades são três vezes mais importantes, uma vez que com o avançar da idade, a musculatura se atrofia. “A recomendação é não deixar o idoso parado dentro de casa, sei que tem muitos idosos que são teimosos, mas é importante tentar. Uma frase que gosto de dizer é que, quanto mais se gasta a energia do corpo, menos se gasta com remédios, pois é algo que aumenta a imunidade”, disse.

A profissional também passou algumas dicas simples de como o idoso pode fazer os exercícios, que são: Demarcar pontos da casa com objetos para fazer caminhada de ida e volta, alternando o jeito de andar (de lado, de frente e de costas) e caminhar agachando para pegar os objetos; Exercício de soprar bexiga, inspirando pelo nariz e soltando o ar pela boca para encher a bola; Exercitar a panturrilha subindo e descendo o corpo com a ponta dos pés; Exercício de agachamento em um sofá ou cadeira, se sentando e levantando.

Segundo a personal, essas atividades são simples e ajudam na elevação da imunidade, como também na respiração. “Uma garrafa de 500 ml com água, que não chega a um quilo, também é uma boa dica de levantamento de peso, para exercitar os membros superiores. Pegar o cabo de uma vassoura, levá-la até o pé e depois subi-lo acima da cabeça são coisas que podem ajudar a evitar o sedentarismo”, afirmou.

cuidando também da pele

A podóloga e coordenadora técnica da Doctor Feet, Malu Pinheiro, também pontuou que na melhor idade a pele tende a ficar mais fina e delicada especialmente na região das pernas e pés. Inchaços, ressecamento e rachaduras são bem comuns nesta fase. Para isso, a especialista separou algumas dicas, como: após o banho secar bem os pés com toalha ou pano seco e finalizar com uma toalha de papel que ajuda a remover toda a umidade entre os dedos para evitar frieiras e micose; manter a hidratação das pernas e pés com cremes hidratantes específicos, evitando aplicá-los entre os dedos; Não tomar banhos muito quentes para que a proteção natural da pele seja mantida; colocar os pés para cima sempre que possível para estimular o retorno sanguíneo e a melhora da circulação.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !