I Feira de Empreendedorismo Materno acontece domingo em Itatiaia

0

ITATIAIA

A I Feira de Empreendedorismo Materno acontece neste domingo, dia 29, no período das 9 às 13 horas, na Casa de Cultura, localizada no Centro da cidade. A Feira tem o objetivo de promover a troca de conhecimento entre as mães empreendedoras do município, além de proporcionar a oportunidade de tornarem seus serviços e produtos conhecidos.

A programação contará com palestras sobre “Saúde Mental”, “Autoestima”, “Empreendedorismo Materno”, “Fomalização de Pequenos Empreendedores” e “Paternidade”.

Segundo a psicóloga, Natália Nascimento, idealizadora do projeto no município, o evento, que conta com o apoio da Prefeitura de Itatiaia, por meio da Superintendência de Cultura, vai proporcionar a oportunidade de as mães empreendedoras tornarem seus serviços e produtos conhecidos. “Existe uma estatística que 50% das mães que utilizam a licença maternidade estão ou estarão desempregadas até o segundo ano de nascimento do bebê, seja porque foi demitida ou porque pediu demissão. O motivo é o mesmo: o filho. O objetivo da Feira é tornar as mães do município mais conhecidas e seus produtos mais vistos. Além de fortalece-las enquanto mulheres. Hoje no Brasil a mulher já empreende mais que os homens. As mulheres mães, empreendem para ficar mais perto do filho ou para completar renda”, explica Natália.

MAIO FURTA COR

Durante a Feira de Empreendedorismo Materno, acontece o “Maio Furta Cor”, uma campanha democrática, apartidária e sem fins lucrativos, que visa sensibilizar a população para a causa da saúde mental materna. “A Campanha Maio Furta Cor surgiu para falar sobre Saúde Mental Materna. A pandemia tornou visível e concreta a carga horária de trabalho de uma mulher. Numa pesquisa realizada pelo IBGE em 2017, mostra que as mulheres trabalham 7 horas a mais que os homens, devida a dupla jornada e mesmo a taxa de escolaridade delas sendo maior, elas ainda recebem 74% menos que os homens”, explicou Natália, acrescentando que durante a pandemia da Covid-19, o índice de transtorno de pânico, ansiedade e depressão entre as mães teve um aumento significativo. “E foi observando esse cenário que uma psiquiatra e uma psicóloga perinatais decidiram iniciar o movimento em 2021 ainda de forma on line”, complementou a psicóloga representante da campanha Maio Furta Cor.

Quem quiser saber mais sobre a Campanha Maio Furta Cor pode acessar o link:  https://www.maiofurtacor.com.br/