Hospital São João Batista implanta plantão administrativo noturno

0

Com objetivo de agilizar o atendimento no período noturno, o Hospital São João Batista implantou o plantão administrativo na unidade. A ação faz parte de um pacote de medidas tomadas pela nova administração do hospital, que inclui o Escritório da Qualidade, que criou metas para que todos os setores prestem serviços de excelência à população.

De acordo com o diretor Administrativo do Hospital São João Batista, Cássio Murilo Macedo Pires, desde a última quinta-feira, dia 07, três profissionais que já atuam na unidade se revezam em plantões de 12h por 36h. Eles atuam como gerentes, das 19h às 7h.

“Eles são os olhos da direção durante a noite no hospital. Como conhecem o funcionamento da unidade, esses profissionais garantem agilidade no atendimento à população, principalmente no pronto socorro. Observar se a classificação de risco está correta, avaliar o tempo de espera pelo atendimento, garantir a substituição de médicos em caso de atraso ou falta, são algumas das funções do plantonista”, explicou.

O diretor acrescentou ainda que no dia seguinte ao plantão, o gerente passa um relatório das ocorrências na noite anterior. “O objetivo é tomar providências imediatas para que o problema não se repita na noite seguinte”, falou Cássio Murilo.

Uma das plantonistas é Cíntia Cristine da Silva, que trabalha no São João Batista desde 2003 e, durante o dia, atua como gerente de Enfermagem. Ela fez o primeiro plantão noturno de sábado para domingo passado e notou a importância da presença do responsável administrativo em dois aspectos:

“Houve melhora do acolhimento e informação aos usuários, somos um apoio extra na porta de entrada, que é o pronto socorro. Nós também garantimos suporte para a equipe de profissionais. Antes, eles não tinham uma referência administrativa no local, acho que agora estão mais seguros, cada um concentrado em desempenhar seu papel”, acredita.

Para o secretário de Saúde de Volta Redonda, Alfredo Peixoto, a direção da unidade acertou ao escolher três profissionais que já conhecem o fluxo interno do hospital para gerenciarem o plantão noturno. “Desse modo, eles garantem a qualidade no atendimento, o bom funcionamento dos serviços prestados à população, dando apoio à equipe técnica”, afirmou.

Ele lembrou ainda que um dos motivos que levou a implantação do plantão administrativo foi uma pesquisa entre os usuários que apontou queda na qualidade do atendimento durante a noite. “Uma unidade de urgência e emergência tem obrigação de prestar serviço ágil e eficaz a qualquer hora do dia”, falou Alfredo.

O prefeito do município, Samuca Silva, afirmou que está exigindo ações que visem melhora no atendimento à população. “Oferecer um serviço público de excelência é uma meta a ser alcançada em Volta Redonda, principalmente, na Saúde. Melhorar a Saúde é uma obrigação mediante a priorização que demos através de recursos investidos”, disse.

HUMANIZAÇÃO
Outra medida tomada pela administração do Hospital São João Batista para melhorar o atendimento é a capacitação de funcionários. No início deste ano, cerca de 100 profissionais que trabalham diretamente no atendimento à população fizeram Curso de Humanização. O treinamento serve, entre outras coisas, para criar empatia entre o funcionário e o paciente.

Deixe uma resposta

error: Conteúdo protegido !