Hospital de Emergência adquire sistema para tratamento pulmonar

0

RESENDE

A prefeitura promoveu a troca do sistema de vácuo do Hospital Municipal de Emergência Sergio Henrique Gregori, mais modernidade e eficiência no tratamento de pacientes com problemas pulmonares como aqueles causados pelo Novo Coronavírus Em comparação com o sistema antigo, a nova bomba do sistema de vácuo possui maior potência e consome menos energia, fazendo com que o atendimento melhore em termos de desempenho e gere economia. A utilização é feita em procedimentos de aspiração, como no caso de secreções pulmonares dos pacientes que fazem a ventilação pulmonar.   

O aparelho funciona no suporte aos pacientes com problemas no pulmão – Divulgação PMR

O aparelho atua diretamente no sistema de abastecimento de gases medicinais, além de possuir um reservatório onde existe a ausência do ar. O vácuo é o sistema que aspira a via aérea, muito utilizado em pacientes que estão internados no CTI. É importante lembrar que um dos sintomas entre os infectados pelos vírus Covid-19 é justamente a insuficiência respiratória, que leva a indicação de internação no Centro de Tratamento Intensivo.

Segundo o prefeito Diogo Balieiro, o sistema de vácuo do hospital nunca havia sido trocado antes, funciona desde a inauguração da unidade, há 25 anos, e ainda era refrigerado à água. “Era de grande importância promover essa modernização e não há melhor momento, tendo em vista que todos enfrentamos atualmente uma pandemia que pode exigir mais da saúde pública do município. Promovemos nos últimos dias um treinamento de biossegurança contra o coronavírus e a gestão segue se fortalecendo em todos os aspectos possíveis”, disse.  O novo equipamento já está instalado e pronto para ser utilizado. 

error: Conteúdo protegido !