Honra negada a quem tem

0

As Escolas de Samba sempre honraram e destacaram nas suas apresentações; nas capitais brasileira no período do carnaval; escolher os heróis da política, dos esportes, das artes, mártires. Buscando sempre os que chamam a atenção na sociedade.

Neste último carnaval, os críticos literários, escritores, repórteres, colunistas. Censuraram o procedimento das Escolas de Sambas por não terem destacado os heróis bombeiros e civis que ariscaram suas vidas em meios ao lamaçal de dejetos da mineradora em Brumadinho MG salvando vidas e buscando corpos dentro do perigoso lamaçal.

Nem a própria mídia, fez destaques do grande valor que a nação de Israel fez a nação brasileira. Em socorrer as vitimas do desastre da mineradora. Também não fizeram destaques a Israel que doou maquina de dessalinização trazendo excelentes benefícios aos nordestinos.

Mas a nossa mídia não faltou elogios aos médicos. Que custou a nação brasileira milhões de dólares pagos a Cuba que oprimiam seus enviados.

Já é tempo de taparmos os ouvidos aos clamores dos noticiários da radio e tv; defendendo os destruidores da paz, das riquezas, da moral e dos valores patrióticos. (Até porque, eles têm ódio da nossa bandeira brasileira) Estavam influenciando nossa sociedade com revolta, violência, ódio e desmoralização. Mas isto está acabando.

Vamos conferir na Internet as notícias dos que estão trabalhando defendendo, construindo e exercendo justiça. Pessoas dignas, profissionais bem intencionados.

Por último, vimos à fé cristã sendo ridicularizada, escarnecida, e naquele ambiente, os amantes do carnaval aplaudindo. Por que não fazem o mesmo com a fé dos mulçumanos? Porque sabem que eles revidam com ódio, violência e mortes a quem zombam de Maomé. Como aconteceu na França.

Mas como o ensino do Senhor Jesus nos diz que: Bem aventurados os pacificadores porque eles serão chamados filhos de Deus. Também nos ensina que: Se formos provocados a algum desafio devemos cumprir e estarmos dispostos a ir mais além das provocações. (Mateus 5.9,38-41). “Porque, minha é a vingança” Diz o Senhor Deus.

As calamidades naturais, físicas e morais que temos visto no final destes últimos tempos, (2 Timóteo 3.) é suficiente para buscarmos uma nova vida e esperar a vinda de Jesus Cristo; através do arrependimento dos nossos pecados e uma vida servindo e cultuando a Deus com o seu povo escolhido.(I Pe 2.9,10).