Homologado concurso da Guarda Municipal de Volta Redonda  

0

VOLTA REDONDA  

Já foi homologado o resultado do concurso público para a Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR), referente ao edital 003/2018-SMA. A próxima etapa, em breve, será a convocação de 50 agentes. O prefeito Samuca Silva explicou que, com a publicação da homologação, o processo de convocação será iniciado e também aberta outra seleção para cadastro de reserva.

Samuca lembrou que, além dos novos guardas municipais, a corporação vem recebendo investimentos que valorizam a categoria. O Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) já foi encaminhado à Câmara Municipal, onde será votado. A Guarda Municipal, de acordo com o prefeito, terá pela primeira vez na história um piso salarial e um plano de cargos, carreiras e salários. “Estamos transformando a gestão pública e valorizando os profissionais que atuam no serviço público”, informou o prefeito.

REGIME ADICIONAL DE SERVIÇO

Lembrou também o prefeito que, foram criados o Regime Adicional de Serviço (RAS) e o piso salarial de R$ 1.150 para guardas (o piso para vigias está em andamento); gratificação de periculosidade de 30% para GMs que conduzem motocicletas operacionais, o que representa um adicional de R$ 345, ainda será implantada, auxílio-alimentação no valor de R$ 250 em substituição à cesta básica no valor de R$ 115. Os guardas municipais contam ainda com refeições na sede da GMVR, através do sistema self-service.

Em relação a outros investimentos, o prefeito lembrou que durante a atual gestão, a Guarda Municipal de Volta Redonda conquistou benefícios e investimentos, como a aquisição de 10 viaturas Renault Oroch; a criação da Secretaria da Guarda Municipal, que deixou ser um Departamento subordinado à secretaria municipal de Administração (SMA); a nomeação de um guarda municipal para comandar a corporação; além de diversos cursos de capacitação. “Ainda adquirimos novos uniformes para os guardas e os dos vigias patrimoniais estão em processo de compra”, informou. “Também foi realizado o pagamento de 50% de gratificação de verba de gabinete sobre a gratificação de função de confiança somada ao salário do servidor, o que triplicou o valor desta verba, conforme previsto na Lei”, concluiu.